domingo, 28 de fevereiro de 2016

Como utilizar a expressão "et al." - da Série O uso das expressões latinas em Artigos, Monografias e Teses – ABNT ou VANCOUVER

Bom dia!
   Hoje vamos voltar ao assunto abordado aqui em 17/01/16 = Como utilizar a expressão "et al." - da Série O uso das expressões latinas em Artigos, Monografias e Teses – ABNT ou VANCOUVER, cujo link é [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/01/como-utilizar-et-al-da-serie-o-uso-das.html], para tentar dirimir uma dúvida da querida Marluci Guim, vamos ver ...
   Inicialmente, é importante frisar que: 

  1. se mencionados todos os autores responsáveis (acima de 3) por determinado artigo,   ou,
  2. se mencionados apenas 3 deles, seguidos da expressão “et. al.”;   ou ainda, 
  3. se mencionado apenas o 1º. autor, seguido da expressão “et al.”, 

todas essas formas podem estar corretas, uma vez que devemos observar onde está inserido o texto científico em produção, ou seja, se na universidade, ou destinado à publicação neste ou naquele periódico eletrônico, lembrando que para as publicações destinadas aos periódicos e revistas eletrônicas que pertençam à área de Saúde, devem ser observadas atentamente quais são as exigências específicas estabelecidas pelo periódico em questão.

   Vamos às regras.

   Conforme explicado em meu artigo acima referido, quando determinada obra, seja livro ou artigo científico, tiver sido elaborada por mais do que 3 autores, devemos observar a ABNT-NBR 6023/2002, Referências, e a definição específica:
fixa a ordem dos elementos das referências e estabelece convenções para transcrição e apresentação da informação originada do documento e/ou outras fontes de informação. Esta Norma destina-se a orientar a preparação e compilação de referências de material utilizado para a produção de documentos e para inclusão em bibliografias, resumos, resenhas, recensões e outros. 

   Por sua vez, devemos mencionar ainda a NBR 6022/2003, norma que define a forma de “apresentação dos elementos que constituem o artigo para publicação impressa de periódicos científicos impressa”.
   A meu ver, existem 3 aspectos a serem considerados, quando consultada determinada obra que tenha sido elaborada por mais do que 3 autores.
   O 1º. Aspecto consiste em informar todos os elementos necessários sobre essa obra, na lista de Referências do texto em elaboração, usemos um dos exemplos empregados em meu artigo de 17/01/16, no qual existem 6 autores.

   Vamos ao 1º. Exemplo

BENINCASA, Taís Olívia; OLIVEIRA, Cassiara Boeno de; ZANONI, Isabella Helena; LIMA, Sérgio Augusto de Oliveira; MARTINS, Danielle Cristine. Triagem Neonatal: a percepção teórica da equipe de enfermagem da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Revista do Instituto de Ciências da Saúde,vol. 27, nº. 2. p. 109-114, 2009. Disponível em: [http://files.bvs.br/upload/S/0104-1894/2009/v27n2/a002.pdf]; acesso em 03 mar 2015. 

  Pode-se observar que os dados referentes ao artigo mencionado neste 1o. exemplo estão absolutamente completos, e que seguem o padrão da ABNT, no qual, nomes e sobrenomes são informados por extenso.

  O 2º. Aspecto consiste na forma considerada ideal para que esse artigo seja  mencionado na lista das Referências do texto acadêmico-científico. Segundo a NBR 6023/2002, devemos mencionar os 3 primeiros autores, sendo que os demais podem ser omitidos, a partir do emprego da expressão (resumida) “et.al.”.

   Vamos ao 2º. Exemplo:
   
BENINCASA, Taís Olívia; OLIVEIRA, Cassiara Boeno de; ZANONI, Isabella Helena et. al. Triagem Neonatal: a percepção teórica da equipe de enfermagem da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Revista do Instituto de Ciências da Saúde,vol. 27, nº. 2. p. 109-114, 2009. Disponível em: <http://files.bvs.br/upload/S/0104-1894/2009/v27n2/a002.pdf>; acesso em 03 mar 2015.


   Isto vale tanto para a inserção desse artigo na lista das Referências, quanto dentro do texto, sendo que neste segundo caso, a regra permite que a 1a. menção a determinada obra/autores seja feita mencionando os 3 primeiros nomes, seguidos da expressão "et.al.", (como sugerido pelo 3º. Exemplo), e que, ao longo do texto, passemos a mencionar apenas o 1º. autor, seguido da expressão “et.al.” (como sugerido pelo 4o. Exemplo), situações demonstradas aqui, respectivamente, pelo 3º. e 4º. exemplos, vamos a eles:


3º. Exemplo:
      Segundo Benincasa, Oliveira, Zanoni et al. (2009, p.109) ...
4º. Exemplo:
      Segundo Benincasa et al. (2009, p.109) ...


   Quanto ao 3º. Aspecto, este consiste em observarmos em que tipo de texto estas regras serão aplicadas.
   Caso seja um texto acadêmico, apresentado a determinada universidade, devemos nos atentar para a forma como isto tem sido  aceito/exigido pelos orientadores em que nela atuam: se deveremos mencionar os 3 primeiros autores e empregar a expressão “et. al.”, ou apenas o 1º. autor, seguido da expressão “et. al.”.
   Por sua vez, caso o texto científico deva ser submetido a determinado periódico, devem ser observadas quais são as exigências específicas estabelecidas por esse periódico, para com isso, que o artigo em elaboração seja aceito e publicado, sendo possível que: 

   a) você deva mencionar os 3 primeiros autores e empregar a expressão “et. al.”,  ou 

   b) apenas o 1º. autor e os demais de forma abreviada, pela expressão “et. al.”.

   É importante frisar que os periódicos da área de Saúde seguem o padrão da metodologia VANCOUVER, sendo comum que adotem tanto a forma de referir autores descritas nos itens a), tanto quanto no item b).

   Eu gostaria de lembrar que as minhas publicações e dicas são baseadas nas inúmeras pesquisas que tenho feito, ao longo do tempo, sobre os muitos autores especializados em Metodologia Científica.
   Além disso, baseiam-se ainda em minha observação sobre as exigências às quais os acadêmicos têm sido submetidos por seus orientadores, advindos das diferentes universidades e cursos do país, o que me permite afirmar que as duas formas que ocasionaram dúvidas para a Marluci estão corretas.
  Devemos apenas adequar a aplicação das regras às necessidades do texto em desenvolvimento, uma vez que existem diferentes interpretações sobre o uso das mesmas.
   Espero ter ajudado para a melhor compreensão sobre a aplicação da expressão latina “et al.”, mas, caso ainda exista(m) dúvida(s), por favor, escreva(m) para o meu email.
   Um abraço! 
Regina Del Buono

Referências:
NBR 6022/2003 - Publicações em Periódicos Científicos Impressos. Disponível em:[http://projetos.unioeste.br/cursos/toledo/filosofia/attachments/article/119/NBR%206022%20-%202003.pdf]; acesso em 22 jun 2015. 
NBR 6023/2002 Referências. Disponível em: [http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tse-norma-abnt-6023]; acesso em 22 jun 2015. 


6 comentários:

  1. Como sempre, você me ajudou muito... essa explicação ficou mais ampla e, com isso, mais clara... muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marluci, eu fico contente em poder colaborar com você. um abraço!

      Excluir
  2. Se podemos complicar porque simplificar? Acho essas normas umas frescuras!
    Luiz Antonio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, Luiz Antonio, de fato, são meio complicadas, mas podemos aprendê-las e aplicá-las, afinal, somos inteligentes. O que fica, para mim, é que, as normas, em si, são secundárias, uma vez que,muitas vezes, as pessoas que desenvolvem um texto de cunho acadêmico-científico acabam sendo aprovadas pelo conjunto da obra, devido ao empenho em pesquisar, interpretar e escrever um texto próprio, mas que, ao utilizarem as normas, aprendem ainda a desenvolver textos semelhantes àqueles produzidos pela comunidade científica. Agradeço por visitar o meu blog, e escrever sua opinião, receba meu abraço!

      Excluir
  3. Bom dia, Regina. Fiz a pesquisa de minhas referências, pelo Google Científico e a principal obra que estou utilizando como referência parece assim: NBR 6063 FELIX, Clóvis et al. ESTILOS DE LIDERANÇA. poderei utilizar dessa forma, ou mencionar os outro 02 autores? Também não localizei o ano de publicação da obra. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, marta, espero poder ajudá-la, peço que visite meu artigo já programado para o próximo domingo, 11/09/16. Um abraço!

      Excluir