domingo, 19 de novembro de 2017

A coleta de dados de uma Pesquisa de Campo e sua inserção no texto científico

   Bom dia! Ao desenvolver uma Pesquisa de Campo para um texto acadêmico-científico, necessariamente esse estudo deverá contar com um capítulo específico, no qual todas as informações, elementos, participantes, instituição e detalhes relativos a tal pesquisa deverão ser explicados. Esse costuma ser o terceiro ou o último capítulo desse tipo de estudo. Além desse aspecto importante de uma pesquisa de campo, estão os anexos. Vários são os artigos publicados aqui, acerca da elaboração de uma pesquisa de campo, assim como de seus anexos, cuja lista consta ao final deste post. Hoje voltamos à questão da inserção dos dados coletados em uma Pesquisa de Campo, diante da seguinte pergunta:
Olá ..estou precisando de ajuda . nos resultados coloquei em tabelas , pronto ...! Mais a discussão eu nao entedi bem ... tenho que colocar a pagina das perguntas da entrevista ..e em seguda colocar todas as perguntas e respostas de todos os intrevistados?? em Como inserir os dados da entrevista no texto da Monografia?

Eu vou dividir suas perguntas em partes, para melhor compreensão:

1. Roteiro de perguntas: o tipo de perguntas deve permitir ao aluno/pesquisador que obtenha respostas condizentes com a sua investigação. Dependendo do tipo de perguntas utilizado, é sempre interessante que possam ser subdivididas em blocos, por exemplo, em 1, 2 ou 3 blocos, e com isso, será mais fácil demonstrar as informações coletadas. Imagino que isto já tenha sido feito, diante da informação da “elaboração de tabelas”;

2. Tabelas e números: É a quantificação dos dados obtidos, e sua subjetividade. As tabelas descrevem números, quantificam as informações coletadas, porém, em se tratando de um texto científico, é importante que sejam explicadas através de pequenos trechos de textos imediatamente após cada tabela;

3. Discussão de dados: é neste espaço do texto científico que as respostas obtidas, subdivididas em blocos ou não, devem ser associadas aos conceitos e teóricos utilizados ao longo de seu trabalho. As perguntas podem ser mencionadas uma a uma e as respostas, para permitir a análise do leitor e associação às teorias associadas;
4. Anexos contendo as entrevistas: quando se elabora uma Pesquisa de Campo, naturalmente o texto será complementado, ao final, com os anexos pertencentes a este tipo de pesquisa, que são: Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), Roteiro de Perguntas, e as Entrevistas, propriamente ditas, tantas quantas corresponderem ao total de participantes. Se você entrevistou 3 pessoas, serão 3 anexos com cada uma delas; porém, se foram mais pessoas, da mesma forma, cada entrevista deve ser inserida em forma de anexo, contendo: pergunta e resposta, uma a uma.

5. Numeração das páginas de entrevista: isto não será necessário dentro do subitem Discussão de Dados.

Porém, como eu sempre faço, sugiro que todas estas explicações, que são baseadas nas Normas da ABNT devam ser perguntadas/confirmadas com seu(sua) orientador(a), afinal, além da opinião dele sobre o seu texto, cada universidade sempre tem um padrão de texto a ser seguido, para além da metodologia científica adotada.
   Boa sorte, um abraço!
Regina Del Buono
Skype: abntouvancouver2012
Referências
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a forma de incluir as entrevistas no texto da monografia? 12 nov 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/11/a-pesquisa-de-campo-e-forma-para.html].
DEL-BUONO, Regina C. Como inserir os dados de entrevista semi-estruturada na monografia? Pesquisa de Campo. 22 out 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/10/como-inserir-os-dados-de-entrevista.html].
DEL-BUONO, Regina C. Como elaborar um relatório com as entrevistas de uma Pesquisa de Campo (Qualitativa)? 22 jan 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/01/como-elaborar-um-relatorio-com-as.html];
DEL-BUONO, Regina C. As entrevistas para uma Pesquisa de Campo e as Citações Diretas – NBR 10520/2002. 30 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/as-entrevistas-para-uma-pesquisa-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e o número de respondentes. 23 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/a-pesquisa-de-campo-e-o-numero-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a Entrevista semi-estruturada com apenas um respondente. 28 ago 2016. Dispónível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/a-pesquisa-de-campo-e-entrevista-semi.html];
DEL-BUONO, Regina C. Pesquisa de Campo: Como inserir em sua monografia os dados tabulados por outro autor? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/pesquisa-de-campo-como-inserir-em-sua.html]; publicado em 21 de agosto de 2016.
DEL-BUONO, Regina C. Como analisar e associar as respostas de uma pesquisa de campo à teoria? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-analisar-e-associar-as-respostas.html]; publicado em 26 de junho de 2016;
DEL-BUONO, Regina C. Como classificar ou qualificar os participantes de uma Pesquisa de Campo? 05 jun 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-classificar-ou-qualificar-os.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a inclusão da entrevista em uma Monografia. 01 mai 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/05/a-pesquisa-de-campo-e-inclusao-da_1.html];
DEL-BUONO, Regina C. As principais técnicas ou Procedimentos em Pesquisa Científica. 25 out 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/10/as-principais-tecnicas-ou-procedimentos.html];
DEL-BUONO, Regina C. Como definir a população alvo de amostra para uma Pesquisa de Campo? 23 ago 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/08/como-definir-populacao-alvo-de-amostra.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo enquanto procedimento de pesquisa. 26 jul 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/07/a-pesquisa-de-campo-enquanto.html];
DEL-BUONO, Regina C. Os Anexos da Pesquisa de Campo: o Roteiro de Perguntas. 09 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/os-anexos-da-pesquisa-de-campo-o.html];
DEL-BUONO, Regina C. O Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e a Pesquisa de Campo. 02 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/o-termo-de-consentimento-livre-e.html]. 

sábado, 18 de novembro de 2017

domingo, 12 de novembro de 2017

A Pesquisa de campo e a forma para incluir as entrevistas no texto da monografia

Bom dia! É comum para os textos acadêmico-científicos nos quais o aluno/pesquisador desenvolva uma pesquisa de campo, que seja elaborado um capítulo específico sobre Metodologia de Pesquisa, no qual deverão ser descritos os aspectos inerentes à verificação dos fatos onde eles acontecem. Existem vários artigos meus já publicados anteriormente (vide a lista ao final deste post), contendo dicas, detalhes e informações sobre como elaborar este tipo de capítulo. Hoje, voltarei a este assunto, em atenção à Vânia Araújo. Vejamos a dúvida dela:
Olá,Gostaria de tirar uma dúvida a respeito de como incluir entrevista no TCC.O tema do meu TCC é sobre transportes ferroviários, e entrevistei 2 pesquisadores e ativistas pela preservação os trens. Enviei por email e eles me responderam.1) devo transcrever como citação direta, ou citação indireta.2) posso desenvolver dentro do capítulo ou deverá ser separado. (...)
   Bem, independentemente da forma utilizada para a coleta de dados, e, até onde eu tenho pesquisado e analisado, eu não tenho visto falas e/ou entrevistas de voluntários em pesquisas de campo serem inseridas em uma monografia como citação direta ou indireta. 
Cabe ressaltar, porém, que a forma de realização das entrevistas, neste caso, virtual, deve ser explicitada quando explicada a pesquisa realizada. Isto é bem importante sim.
   Acredito que apresentar as respostas como citação direta ou indireta seria possível somente para o caso de uma universidade/orientador(a) assim aceitar(em)/sugerir(em).
   Salvo esta possibilidade, e, conforme expliquei no início deste artigo, e nos demais que publiquei sobre o assunto, deve-se reservar um espaço específico em seu estudo, isto é, um capítulo, no qual deverão ser apresentados/explicados:
1. O tipo de pesquisa realizada, isto é, qual foi o assunto pesquisado;
2. objeto do roteiro de perguntas;
3. local, data, instituição e participantes onde isto ocorreu;
4. resultados obtidos (tipos de respostas e a percepção dos participantes).

   Além disso, é sempre interessante –se possível- que as respostas sejam agrupadas em blocos, permitindo demonstrar em seu texto se os respondentes demonstram um pensamento e sentimento parecido ou diferente uns dos outros, mas, principalmente, que as perguntas sejam associadas às teorias apresentadas ao longo da fundamentação teórica, de acordo com os especialistas consultados.
   Quanto aos anexos, sempre devem ser inseridos ao final, são eles: roteiro de perguntas, que é a lista das perguntas feitas; as entrevistas, propriamente ditas, o que compreende o total de entrevistas pelo número de participantes.
   Espero ter colaborado com estas explicações, mas fico à disposição para eventuais novas perguntas.
   Bons estudos. 
Regina Del Buono
abntouvancovuer@gmail.com
Skype: abntouvancouver2012

Artigos anteriores
DEL-BUONO, Regina C. Como elaborar um relatório com as entrevistas de uma Pesquisa de Campo (Qualitativa)? 22 jan 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/01/como-elaborar-um-relatorio-com-as.html];
DEL-BUONO, Regina C. As entrevistas para uma Pesquisa de Campo e as Citações Diretas – NBR 10520/2002. 30 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/as-entrevistas-para-uma-pesquisa-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e o número de respondentes. 23 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/a-pesquisa-de-campo-e-o-numero-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a Entrevista semi-estruturada com apenas um respondente. 28 ago 2016. Dispónível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/a-pesquisa-de-campo-e-entrevista-semi.html];
DEL-BUONO, Regina C. Como analisar e associar as respostas de uma pesquisa de campo à teoria? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-analisar-e-associar-as-respostas.html]; publicado em 26 de junho de 2016; 
DEL-BUONO, Regina C. Como classificar ou qualificar os participantes de uma Pesquisa de Campo? 05 jun 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-classificar-ou-qualificar-os.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a inclusão da entrevista em uma Monografia. 01 mai 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/05/a-pesquisa-de-campo-e-inclusao-da_1.html];
DEL-BUONO, Regina C. As principais técnicas ou Procedimentos em Pesquisa Científica. 25 out 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/10/as-principais-tecnicas-ou-procedimentos.html];
DEL-BUONO, Regina C. Como definir a população alvo de amostra para uma Pesquisa de Campo? 23 ago 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/08/como-definir-populacao-alvo-de-amostra.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo enquanto procedimento de pesquisa. 26 jul 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/07/a-pesquisa-de-campo-enquanto.html];
DEL-BUONO, Regina C. Os Anexos da Pesquisa de Campo: o Roteiro de Perguntas. 09 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/os-anexos-da-pesquisa-de-campo-o.html];
DEL-BUONO, Regina C. O Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e a Pesquisa de Campo. 02 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/o-termo-de-consentimento-livre-e.html]; 

sábado, 11 de novembro de 2017

domingo, 5 de novembro de 2017

Como fazer a introdução dos capítulos da monografia?

   Bom dia! Ao iniciar a escrita dos capítulos de uma monografia, é comum que os acadêmicos sejam exigidos na inserção de uma breve introdução em cada um desses capítulos. Na verdade, trata-se de uma frase ou parágrafo, indicando ao(s) leitor(es) os assuntos específicos sobre os quais o texto irá discorrer....

sábado, 4 de novembro de 2017

Eu carrego o seu coração... E.E. Cummings - no filme "Em seu lugar"





Edward Estlin Cummings
(1894 - 1962)
poeta, pintor, ensaísta e dramaturgo norte-americano


Com todo o meu amor, eu dedico o trecho deste lindo poema àquela que foi a minha maior amiga, minha irmã, mãe e grande mestra, durante a sua curta existência, Celina. 

domingo, 29 de outubro de 2017

Como elaborar paráfrases? NBR 10520/2002

   Bom dia! Elaborar paráfrases nem sempre é uma tarefa fácil, porque isto depende de vários aspectos, como, por exemplo, o tema ser mais fácil ou complexo, do volume de textos que se leu a respeito de uma determinada teoria, e até da capacidade de interpretação do próprio redator. Em O3 de março de 2013, publiquei um artigo versando sobre “O que é Parafrasear? A citação indireta, segundo Umberto Eco”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/03/o-que-e-parafrasear.html]. Ao final deste post, constam meus outros artigos sobre paráfrases, eu acredito que vale a pena conferir. Hoje, voltamos a este assunto, para responder à pergunta feita pela Giselia Alcântara, vejamos:...

sábado, 28 de outubro de 2017

domingo, 22 de outubro de 2017

Como inserir os dados de entrevista semiestruturada na monografia? Pesquisa de Campo

Bom dia! Depois de realizadas as entrevistas que farão parte de uma monografia elaborada como Pesquisa de Campo, deve-se proceder à escrita do capítulo que apresentará a Análise de Dados e Resultados, que também costuma ser denominado como Metodologia de Pesquisa. Trata-se de um capítulo bem específico do texto acadêmico. Ao longo do tempo, eu tenho publicado aqui vários artigos sobre este assunto (cuja lista consta ao final deste post), ensejando fornecer dicas e colaborar para que os acadêmicos que costumam visitar o meu blog possam compreender alguns detalhes e que consigam elaborar da melhor forma possível esta parte fundamental de seu trabalho científico. Assim, voltamos a este assunto hoje, em atenção à Albiege Sales, que tem perguntas bem interessantes, às quais eu vou tentar responder, lembrando que este é um artigo de opinião, baseado em minhas pesquisas, estudos e observação, assim como nas exigências que têm sido feitas pelos diferentes orientadores(as)/universidades brasileiras. Vamos às perguntas dela....

sábado, 21 de outubro de 2017

Carisma: a atração ao alcance de todos... Pérsio Santos de Oliveira

   "O carisma é como o amor, fácil de identificar mas muito difícil de descrever. Ele se manifesta em qualquer reunião social. Certas pessoas têm sempre em torno delas um grupo de ouvintes. ...

domingo, 15 de outubro de 2017

Diferenças na elaboração das Referências nos padrões ABNT (NBR 6023/2002) versus VANCOUVER

   Bom dia! Existem detalhes específicos quando se trata da elaboração da lista de Referências, ao seguirem o padrão exigido pela ABNT ou o padrão das normas VANCOUVER. Além de diferenças específicas em cada fonte, cabe destacar também que, de uma universidade/curso para outra, e ainda, de um periódico eletrônico para outro, surgem também detalhes específicos, que precisam ser considerados caso a caso....

sábado, 14 de outubro de 2017

domingo, 8 de outubro de 2017

Como referir obras de autor desconhecido? da Série - Como elaborar as Referências

   Bom dia! Inúmeros são os detalhes com os quais o aluno/pesquisador deve preocupar-se quando dá início à escrita de seus textos científicos. Para colaborar na compreensão sobre este assunto, hoje dou início a uma série de artigos, sobre "Como elaborar as Referências". Entre os detalhes mencionados, está a questão de obra utilizada para a redação de um texto da qual não consta importante informação, que é o(s) nome(s) de seu(s) autor(es). É o caso de uma obra de autor desconhecido. ...

sábado, 7 de outubro de 2017

domingo, 1 de outubro de 2017

As Aspas Simples e Duplas nas Citações Diretas - da série: O Uso de Sinais e Convenções no texto científico e as citações Diretas = NBR 10520/2002

   Boa tarde! Ao realizar uma citação direta em determinado texto, especialmente naqueles elaborados pelos universitários, para apresentação à academia, é comum a indicação do uso das “aspas duplas” e ‘simples’. Este artigo faz parte da série “O Uso de Sinais e Convenções no texto científico e as citações Diretas = NBR 10520/2002”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/09/o-uso-de-sinais-e-convencoes-no-texto.html], publicado em 17 de setembro de 2017. Em geral, os gramáticos indicam seu uso simultâneo, em situações específicas, conforme os exemplos que serão inseridos neste post. ...