domingo, 31 de dezembro de 2017

sábado, 30 de dezembro de 2017

domingo, 24 de dezembro de 2017

Natal 2017 - O Amor é o Renascimento da Esperança

O maior presente que se pode receber, a qualquer tempo na vida, é o amor.

É um presente que fica ainda mais especial quando estamos na época do Natal, 
que representa o renascimento.

Ao renovar nossas esperanças por dias melhores, renovam-se as nossas forças e a crença em nossas habilidades e capacidade de superação.

Por isso, o Natal é um momento para refletirmos sobre as conquistas que obtivemos e os desafios que já enfrentamos, para podermos olhar com generosidade as mazelas sociais, e seguirmos em frente, para os melhores dias que ainda hão de vir.

Feliz Natal 2017! 

Regina Del Buono


sábado, 23 de dezembro de 2017

O Sistema universitário... Prof. Felipe de Aquino

“Os estudantes universitários normalmente 
têm um conhecimento pouco profundo sobre a Idade Média; 
e porque muitos são mal informados, acham que foi um período de ignorância, 
superstição e repressão intelectual por parte da Igreja católica. 

No entanto, 
foi exatamente na Idade Média que surgiu a maior contribuição intelectual para o mundo:  
o sistema universitário. 

A universidade foi um fenômeno totalmente novo na história da Europa. 
Nada como ele existiu no mundo grego ou romano afirmam os historiadores. 
O ensino superior na Idade Média era ministrado por iniciativa da Igreja. 

A Universidade medieval não tem precedentes históricos; 
no mundo grego houve escolas públicas, mas todas isoladas. 

No período greco-romano cada filósofo e cada mestre de ciências tinham 
“sua escola”, 
o que implicava justamente no contrário de uma Universidade. 

Esta surgiu na Idade Média, pelas mãos da Igreja Católica, 
e reunia mestres e discípulos de várias nações, 
os quais constituíam poderosos centros de saber e de erudição. [...]” 


Professor Felipe Rinaldo Queiroz de Aquino 
Doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP (Universidade Estadual Paulista) 
Mestre na área pela UNIFEI (Universidade Federal de Itajubá) 
atual Diretor da Escola de Engenharia de Lorena (EEL-USP) 
Portal da Editora Cléofas (2017)
disponível em: [http://cleofas.com.br/igreja-catolica-mae-das-universidades/]; acesso em 20 dez 2017.

domingo, 17 de dezembro de 2017

Como publicar um artigo científico a partir de uma monografia já aprovada?

   Bom dia! Para elaborar e publicar um artigo científico a partir de uma monografia aprovada na academia, esse novo texto não precisa ser avaliado por um professor. Vários são os artigos já publicados aqui a este respeito, cuja lista completa consta ao final deste postHoje voltamos ao assunto para responder ao questionamento da Jainara, cuja pergunta foi: ...

domingo, 10 de dezembro de 2017

Como dar entrada de obra de autor desconhecido na Lista das Referências e a NBR 6023/2002 – 1º. post da série Lista das Referência

   Bom dia! A elaboração da lista das Referências e a forma correta de dar entrada nas obras e autores utilizados na escrita de um texto acadêmico-científico é um aspecto bem importante de um trabalho de final de curso. Além de observar o que diz a regra, deve-se empregar a mesma forma tanto na lista das Referências quanto ao longo do texto. Este é um artigo com indicações bibliográficas, sobre uma fonte cujo autor é desconhecido. É algo que costuma ocasionar dúvidas na hora da elaboração desta lista, mas, na verdade, é algo bem simples. ...

sábado, 9 de dezembro de 2017

domingo, 3 de dezembro de 2017

Resumo, Abstract e Resumo Leigo em dissertações e teses da Área de Saúde - NBR 6028/2003

  Bom dia! O resumo de um texto acadêmico-científico é elemento obrigatório, conforme a NBR 6028/2003, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Costuma ser exigido em língua vernácula (português), e ainda uma ou duas versões para idiomas a escolher pelo acadêmico, normalmente inglês, francês e espanhol. Para o caso de textos de alunos/pesquisadores da área de Saúde, notadamente Medicina e Odontologia, entre outros, exige-se ainda o Resumo Leigo. ...

sábado, 2 de dezembro de 2017

domingo, 26 de novembro de 2017

O Resumo, a Introdução e a Conclusão de uma Monografia: como escrever ? NBR 14724/11 e NBR 6028/2003

   Boa tarde! Existem alguns cuidados com a escrita de um resumo, introdução e conclusão de um texto acadêmico-científico, para que atendam, de fato, aos seus objetivos, no conjunto do estudo em elaboração. É importante que o(a) aluno(a)/pesquisador(a) esteja atento às regras da Metodologia Científica exigida por sua universidade, assim como aos elementos que deverão compor cada tipo de texto, seja um artigo, uma monografia, uma dissertação ou tese. Este é um artigo de opinião, baseado em todo o meu trabalho de pesquisa, análise e escrita sobre os textos científicos, acadêmicos ou literatura. ...

sábado, 25 de novembro de 2017

domingo, 19 de novembro de 2017

A coleta de dados de uma Pesquisa de Campo e sua inserção no texto científico

   Bom dia! Ao desenvolver uma Pesquisa de Campo para um texto acadêmico-científico, necessariamente esse estudo deverá contar com um capítulo específico, no qual todas as informações, elementos, participantes, instituição e detalhes relativos a tal pesquisa deverão ser explicados. Esse costuma ser o terceiro ou o último capítulo desse tipo de estudo. Além desse aspecto importante de uma pesquisa de campo, estão os anexos. Vários são os artigos publicados aqui, acerca da elaboração de uma pesquisa de campo, assim como de seus anexos, cuja lista consta ao final deste post. Hoje voltamos à questão da inserção dos dados coletados em uma Pesquisa de Campo, diante da seguinte pergunta:
Olá ..estou precisando de ajuda. nos resultados coloquei em tabelas, pronto ...! Mais a discussão eu nao entedi bem ... tenho que colocar a pagina das perguntas da entrevista ..e em seguda colocar todas as perguntas e respostas de todos os intrevistados?? em Como inserir os dados da entrevista no texto da Monografia?

Eu vou dividir suas perguntas em partes, para melhor compreensão:

1. Roteiro de perguntas: o tipo de perguntas deve permitir ao aluno/pesquisador que obtenha respostas condizentes com a sua investigação. Dependendo do tipo de perguntas utilizado, é sempre interessante que possam ser subdivididas em blocos, por exemplo, em 1, 2 ou 3 blocos, e com isso, será mais fácil demonstrar as informações coletadas. Imagino que isto já tenha sido feito, diante da informação da “elaboração de tabelas”;

2. Tabelas e números: É a quantificação dos dados obtidos, e sua subjetividade. As tabelas descrevem números, quantificam as informações coletadas, porém, em se tratando de um texto científico, é importante que sejam explicadas através de pequenos trechos de textos imediatamente após cada tabela;

3. Discussão de dados: é neste espaço do texto científico que as respostas obtidas, subdivididas em blocos ou não, devem ser associadas aos conceitos e teóricos utilizados ao longo de seu trabalho. As perguntas podem ser mencionadas uma a uma e as respostas, para permitir a análise do leitor e associação às teorias associadas;

4. Anexos contendo as entrevistas: quando se elabora uma Pesquisa de Campo, naturalmente o texto será complementado, ao final, com os anexos pertencentes a este tipo de pesquisa, que são: Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), Roteiro de Perguntas, e as Entrevistas, propriamente ditas, tantas quantas corresponderem ao total de participantes. Se você entrevistou 3 pessoas, serão 3 anexos com cada uma delas; porém, se foram mais pessoas, da mesma forma, cada entrevista deve ser inserida em forma de anexo, contendo: pergunta e resposta, uma a uma.

5. Numeração das páginas de entrevista: isto não será necessário dentro do subitem Discussão de Dados.

   Porém, como eu sempre faço, sugiro que todas estas explicações, que são baseadas nas Normas da ABNT devam ser perguntadas/confirmadas com seu(sua) orientador(a), afinal, além da opinião dele sobre o seu texto, cada universidade sempre tem um padrão de texto a ser seguido, para além da metodologia científica adotada.
   Boa sorte, um abraço!
Regina Del Buono
Skype: abntouvancouver2012
Referências
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a forma de incluir as entrevistas no texto da monografia? 12 nov 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/11/a-pesquisa-de-campo-e-forma-para.html].
DEL-BUONO, Regina C. Como inserir os dados de entrevista semi-estruturada na monografia? Pesquisa de Campo. 22 out 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/10/como-inserir-os-dados-de-entrevista.html].
DEL-BUONO, Regina C. Como elaborar um relatório com as entrevistas de uma Pesquisa de Campo (Qualitativa)? 22 jan 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/01/como-elaborar-um-relatorio-com-as.html];
DEL-BUONO, Regina C. As entrevistas para uma Pesquisa de Campo e as Citações Diretas – NBR 10520/2002. 30 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/as-entrevistas-para-uma-pesquisa-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e o número de respondentes. 23 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/a-pesquisa-de-campo-e-o-numero-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a Entrevista semi-estruturada com apenas um respondente. 28 ago 2016. Dispónível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/a-pesquisa-de-campo-e-entrevista-semi.html];
DEL-BUONO, Regina C. Pesquisa de Campo: Como inserir em sua monografia os dados tabulados por outro autor? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/pesquisa-de-campo-como-inserir-em-sua.html]; publicado em 21 de agosto de 2016.
DEL-BUONO, Regina C. Como analisar e associar as respostas de uma pesquisa de campo à teoria? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-analisar-e-associar-as-respostas.html]; publicado em 26 de junho de 2016;
DEL-BUONO, Regina C. Como classificar ou qualificar os participantes de uma Pesquisa de Campo? 05 jun 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-classificar-ou-qualificar-os.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a inclusão da entrevista em uma Monografia. 01 mai 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/05/a-pesquisa-de-campo-e-inclusao-da_1.html];
DEL-BUONO, Regina C. As principais técnicas ou Procedimentos em Pesquisa Científica. 25 out 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/10/as-principais-tecnicas-ou-procedimentos.html];
DEL-BUONO, Regina C. Como definir a população alvo de amostra para uma Pesquisa de Campo? 23 ago 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/08/como-definir-populacao-alvo-de-amostra.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo enquanto procedimento de pesquisa. 26 jul 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/07/a-pesquisa-de-campo-enquanto.html];
DEL-BUONO, Regina C. Os Anexos da Pesquisa de Campo: o Roteiro de Perguntas. 09 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/os-anexos-da-pesquisa-de-campo-o.html];
DEL-BUONO, Regina C. O Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e a Pesquisa de Campo. 02 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/o-termo-de-consentimento-livre-e.html]. 

sábado, 18 de novembro de 2017

domingo, 12 de novembro de 2017

A Pesquisa de campo e a forma para incluir as entrevistas no texto da monografia

Bom dia! É comum para os textos acadêmico-científicos nos quais o aluno/pesquisador desenvolva uma pesquisa de campo, que seja elaborado um capítulo específico sobre Metodologia de Pesquisa, no qual deverão ser descritos os aspectos inerentes à verificação dos fatos onde eles acontecem. Existem vários artigos meus já publicados anteriormente (vide a lista ao final deste post), contendo dicas, detalhes e informações sobre como elaborar este tipo de capítulo. Hoje, voltarei a este assunto, em atenção à Vânia Araújo. Vejamos a dúvida dela:
Olá,Gostaria de tirar uma dúvida a respeito de como incluir entrevista no TCC.O tema do meu TCC é sobre transportes ferroviários, e entrevistei 2 pesquisadores e ativistas pela preservação os trens. Enviei por email e eles me responderam.1) devo transcrever como citação direta, ou citação indireta.2) posso desenvolver dentro do capítulo ou deverá ser separado. (...)
   Bem, independentemente da forma utilizada para a coleta de dados, e, até onde eu tenho pesquisado e analisado, eu não tenho visto falas e/ou entrevistas de voluntários em pesquisas de campo serem inseridas em uma monografia como citação direta ou indireta. 
Cabe ressaltar, porém, que a forma de realização das entrevistas, neste caso, virtual, deve ser explicitada quando explicada a pesquisa realizada. Isto é bem importante sim.
   Acredito que apresentar as respostas como citação direta ou indireta seria possível somente para o caso de uma universidade/orientador(a) assim aceitar(em)/sugerir(em).
   Salvo esta possibilidade, e, conforme expliquei no início deste artigo, e nos demais que publiquei sobre o assunto, deve-se reservar um espaço específico em seu estudo, isto é, um capítulo, no qual deverão ser apresentados/explicados:
1. O tipo de pesquisa realizada, isto é, qual foi o assunto pesquisado;
2. objeto do roteiro de perguntas;
3. local, data, instituição e participantes onde isto ocorreu;
4. resultados obtidos (tipos de respostas e a percepção dos participantes).

   Além disso, é sempre interessante –se possível- que as respostas sejam agrupadas em blocos, permitindo demonstrar em seu texto se os respondentes demonstram um pensamento e sentimento parecido ou diferente uns dos outros, mas, principalmente, que as perguntas sejam associadas às teorias apresentadas ao longo da fundamentação teórica, de acordo com os especialistas consultados.
   Quanto aos anexos, sempre devem ser inseridos ao final, são eles: roteiro de perguntas, que é a lista das perguntas feitas; as entrevistas, propriamente ditas, o que compreende o total de entrevistas pelo número de participantes.
   Espero ter colaborado com estas explicações, mas fico à disposição para eventuais novas perguntas.
   Bons estudos. 
Regina Del Buono
abntouvancovuer@gmail.com
Skype: abntouvancouver2012

Artigos anteriores
DEL-BUONO, Regina C. Como elaborar um relatório com as entrevistas de uma Pesquisa de Campo (Qualitativa)? 22 jan 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/01/como-elaborar-um-relatorio-com-as.html];
DEL-BUONO, Regina C. As entrevistas para uma Pesquisa de Campo e as Citações Diretas – NBR 10520/2002. 30 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/as-entrevistas-para-uma-pesquisa-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e o número de respondentes. 23 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/a-pesquisa-de-campo-e-o-numero-de.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a Entrevista semi-estruturada com apenas um respondente. 28 ago 2016. Dispónível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/a-pesquisa-de-campo-e-entrevista-semi.html];
DEL-BUONO, Regina C. Como analisar e associar as respostas de uma pesquisa de campo à teoria? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-analisar-e-associar-as-respostas.html]; publicado em 26 de junho de 2016; 
DEL-BUONO, Regina C. Como classificar ou qualificar os participantes de uma Pesquisa de Campo? 05 jun 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-classificar-ou-qualificar-os.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo e a inclusão da entrevista em uma Monografia. 01 mai 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/05/a-pesquisa-de-campo-e-inclusao-da_1.html];
DEL-BUONO, Regina C. As principais técnicas ou Procedimentos em Pesquisa Científica. 25 out 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/10/as-principais-tecnicas-ou-procedimentos.html];
DEL-BUONO, Regina C. Como definir a população alvo de amostra para uma Pesquisa de Campo? 23 ago 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/08/como-definir-populacao-alvo-de-amostra.html];
DEL-BUONO, Regina C. A Pesquisa de Campo enquanto procedimento de pesquisa. 26 jul 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/07/a-pesquisa-de-campo-enquanto.html];
DEL-BUONO, Regina C. Os Anexos da Pesquisa de Campo: o Roteiro de Perguntas. 09 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/os-anexos-da-pesquisa-de-campo-o.html];
DEL-BUONO, Regina C. O Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e a Pesquisa de Campo. 02 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/o-termo-de-consentimento-livre-e.html]; 

sábado, 11 de novembro de 2017

domingo, 5 de novembro de 2017

Como fazer a introdução dos capítulos da monografia?

   Bom dia! Ao iniciar a escrita dos capítulos de uma monografia, é comum que os acadêmicos sejam exigidos na inserção de uma breve introdução em cada um desses capítulos. Na verdade, trata-se de uma frase ou parágrafo, indicando ao(s) leitor(es) os assuntos específicos sobre os quais o texto irá discorrer....

sábado, 4 de novembro de 2017

Eu carrego o seu coração... E.E. Cummings - no filme "Em seu lugar"





Edward Estlin Cummings
(1894 - 1962)
poeta, pintor, ensaísta e dramaturgo norte-americano


Com todo o meu amor, eu dedico o trecho deste lindo poema àquela que foi a minha maior amiga, minha irmã, mãe e grande mestra, durante a sua curta existência, Celina. 

domingo, 29 de outubro de 2017

Como elaborar paráfrases? NBR 10520/2002

   Bom dia! Elaborar paráfrases nem sempre é uma tarefa fácil, porque isto depende de vários aspectos, como, por exemplo, o tema ser mais fácil ou complexo, do volume de textos que se leu a respeito de uma determinada teoria, e até da capacidade de interpretação do próprio redator. Em O3 de março de 2013, publiquei um artigo versando sobre “O que é Parafrasear? A citação indireta, segundo Umberto Eco”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/03/o-que-e-parafrasear.html]. Ao final deste post, constam meus outros artigos sobre paráfrases, eu acredito que vale a pena conferir. Hoje, voltamos a este assunto, para responder à pergunta feita pela Giselia Alcântara, vejamos:...

sábado, 28 de outubro de 2017

domingo, 22 de outubro de 2017

Como inserir os dados de entrevista semiestruturada na monografia? Pesquisa de Campo

Bom dia! Depois de realizadas as entrevistas que farão parte de uma monografia elaborada como Pesquisa de Campo, deve-se proceder à escrita do capítulo que apresentará a Análise de Dados e Resultados, que também costuma ser denominado como Metodologia de Pesquisa. Trata-se de um capítulo bem específico do texto acadêmico. Ao longo do tempo, eu tenho publicado aqui vários artigos sobre este assunto (cuja lista consta ao final deste post), ensejando fornecer dicas e colaborar para que os acadêmicos que costumam visitar o meu blog possam compreender alguns detalhes e que consigam elaborar da melhor forma possível esta parte fundamental de seu trabalho científico. Assim, voltamos a este assunto hoje, em atenção à Albiege Sales, que tem perguntas bem interessantes, às quais eu vou tentar responder, lembrando que este é um artigo de opinião, baseado em minhas pesquisas, estudos e observação, assim como nas exigências que têm sido feitas pelos diferentes orientadores(as)/universidades brasileiras. Vamos às perguntas dela....

sábado, 21 de outubro de 2017

Carisma: a atração ao alcance de todos... Pérsio Santos de Oliveira

   "O carisma é como o amor, fácil de identificar mas muito difícil de descrever. Ele se manifesta em qualquer reunião social. Certas pessoas têm sempre em torno delas um grupo de ouvintes. ...

domingo, 15 de outubro de 2017

Diferenças na elaboração das Referências nos padrões ABNT (NBR 6023/2002) versus VANCOUVER

   Bom dia! Existem detalhes específicos quando se trata da elaboração da lista de Referências, ao seguirem o padrão exigido pela ABNT ou o padrão das normas VANCOUVER. Além de diferenças específicas em cada fonte, cabe destacar também que, de uma universidade/curso para outra, e ainda, de um periódico eletrônico para outro, surgem também detalhes específicos, que precisam ser considerados caso a caso....

sábado, 14 de outubro de 2017

domingo, 8 de outubro de 2017

Como referir obras de autor desconhecido? da Série - Como elaborar as Referências

   Bom dia! Inúmeros são os detalhes com os quais o aluno/pesquisador deve preocupar-se quando dá início à escrita de seus textos científicos. Para colaborar na compreensão sobre este assunto, hoje dou início a uma série de artigos, sobre "Como elaborar as Referências". Entre os detalhes mencionados, está a questão de obra utilizada para a redação de um texto da qual não consta importante informação, que é o(s) nome(s) de seu(s) autor(es). É o caso de uma obra de autor desconhecido. ...

sábado, 7 de outubro de 2017

domingo, 1 de outubro de 2017

As Aspas Simples e Duplas nas Citações Diretas - da série: O Uso de Sinais e Convenções no texto científico e as citações Diretas = NBR 10520/2002

   Boa tarde! Ao realizar uma citação direta em determinado texto, especialmente naqueles elaborados pelos universitários, para apresentação à academia, é comum a indicação do uso das “aspas duplas” e ‘simples’. Este artigo faz parte da série “O Uso de Sinais e Convenções no texto científico e as citações Diretas = NBR 10520/2002”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/09/o-uso-de-sinais-e-convencoes-no-texto.html], publicado em 17 de setembro de 2017. Em geral, os gramáticos indicam seu uso simultâneo, em situações específicas, conforme os exemplos que serão inseridos neste post. ...

sábado, 30 de setembro de 2017

domingo, 24 de setembro de 2017

O Uso de Sinais e Convenções no texto científico – NBR 10520/2002 - citações diretas e indiretas

   Bom dia! É importante discorrer sobre os sinais que permitem ao redator expressar ênfase ou dúvida acerca de determinada informação em seu texto. São nuances da escrita científica que implicam, sempre, em alguns cuidados com seu conteúdo, entre as muitas exigências da metodologia científica. Voltamos hoje a este assunto, em continuidade ao artigo publicado aqui, no último dia 17 de setembro de 2017, intitulado “O Uso de Sinais e Convenções no texto científico – Citações diretas e indiretas - NBR 10520/2002”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/09/o-uso-de-sinais-e-convencoes-no-texto.html]. ...

sábado, 23 de setembro de 2017

domingo, 17 de setembro de 2017

O Uso de Sinais e Convenções no texto científico - as Citações diretas e indiretas - NBR 10520/2002

   Bom dia! Ao longo da escrita de um texto científico, especialmente em citações diretas curtas ou longas, é comum avistarmos alguns sinais que nos permitem utilizar, na citação em questão, exclusivamente o trecho de interesse do assunto específico do texto. São as convenções existentes nas normas da metodologia científica, que devem ser empregadas, seja ABNT, APA ou VANCOUVER. ...

sábado, 16 de setembro de 2017

Ser professor - UOL: Por que os professores são agredidos?

   No último dia 13, avistei mais uma, entre centenas de notícias sobre as agressões praticadas por alunos contra seus professores, que trazia a chocante fotografia da profa. Marcia Friggi, no episódio que sofreu em Santa Catarina, algo realmente impressionante!  ....

domingo, 10 de setembro de 2017

Monografia e artigo científico: quais as diferenças?

   Boa tarde! As diferenças na elaboração de uma monografia e um artigo científico são bem objetivas, mas o ponto em comum é que, em se tratando de um texto científico, existem vários passos comuns aos dois tipos de trabalho. Para falar sobre as diferenças, será preciso ainda destacar que existem artigos de cunho científico, e outros, não. Eu recebi a seguinte pergunta por parte da Julyana:...

sábado, 9 de setembro de 2017

A Democracia no Brasil e o 7 de setembro 2017

Eu fico pensando que nós, os brasileiros, nascidos das mais diferentes etnias, somos um povo tão inteligente e criativo... 

Mas, mesmo assim, vivemos cada vez mais em torno do próprio umbigo, sem interesse real pela vida, sem ética e dignidade, uma vida para a qual valorizamos mais o consumo, a questão do ter ao invés de ser, num imediatismo, competição e exposição social, criando uma realidade tão efêmera...

Se nós, os brasileiros, realmente tivéssemos interesse em uma vida decente, digna e plena, nos dedicaríamos mais a prestar atenção em tudo o que tem acontecido, em estudar, observar e compreender os fatos históricos e a realidade que está posta no presente, e nós aqui, praticamente sem reagirmos à altura dos fatos.

Talvez precisemos acordar, não ao "gigante", mas a nós mesmos, entendermos quais são os instrumentos (bem esparcos e talvez, inconsistentes demais), para fazermos do nosso país, em algum momento, tido como tão promissor, um país de verdade, uma nação onde nasceu e cresceu um povo lutador, que ama ao samba e ao futebol, mas, que acima de tudo, ame a si mesmo.

Será que um dia aprenderemos? Talvez em 2018?


domingo, 3 de setembro de 2017

Transformar uma monografia em artigo científico?

Bom dia! É comum que o(a) aluno(a)/pesquisador(a) se identifique com determinado tema, e depois de elaborada e aprovada a sua monografia, que o utilize para desenvolver um artigo científico. Em 06 de agosto de 2017, publiquei aqui o artigo intitulado "Como transformar a monografia em artigo científico?", cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/08/como-transformar-monografia-em-artigo.html], entre outros a este respeito, ou sobre usar o mesmo título, ou então, o mesmo material pesquisado inicialmente, sendo que cada esses meus artigos estão relacionados ao final deste, vale a pena conferir. Hoje, voltamos a este tema para responder às dúvidas da Marilene Montahay, vamos lá: ...

sábado, 2 de setembro de 2017

domingo, 27 de agosto de 2017

Autoplágio e Autocitação

Bom dia! Autoplágio consiste em reproduzir um texto próprio, em diferentes veículos, como se fosse inédito, original, sem que tenha sido reelaborado. Diferentemente do plágio, que está previsto no Código Penal brasileiro, o autoplágio não é criminalizado. Porém, se for identificado pela universidade, o acadêmico poderá ser reprovado na disciplina ou ter seu texto recusado como exigência parcial para a conclusão de seu curso.  Em 05 de março de 2017, publiquei um artigo intitulado “A redação científica”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/03/a-redacao-cientifica.html]. Hoje vamos voltar ao assunto, em atenção às dúvidas da Nathália Duarte, vamos a elas:

sábado, 26 de agosto de 2017

domingo, 20 de agosto de 2017

Como inserir os dados das Entrevistas de Pesquisa de Campo na Monografia?

  Bom dia! Elaborar uma monografia para a qual optou-se pela realização de uma Pesquisa de Campo exige alguns cuidados, especialmente no que se refere à inserção dos dados obtidos durante a sua realização. Em 04 de maio de 2014, publiquei um artigo sobre "Como inserir os dados da Entrevista na Monografia", cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/05/como-inserir-os-dados-da-entrevista-no.html], assunto que retomamos hoje aqui, em atenção às dúvidas recebidas de alguns acadêmicos, vamos às suas perguntas: ...

domingo, 13 de agosto de 2017

Dia dos Pais .... 2017

No presente, são tão modernas as diferentes formações familiares que conhecemos, existem aquelas em que o pai cria e cuida sozinho dos filhos, ou a mãe, 
ou existem dois pais, ou duas mães, por vezes uma avó, um tio, e por aí vai...

domingo, 6 de agosto de 2017

Como transformar a monografia em artigo científico?

   Bom dia! Ao dar início à escrita de um texto acadêmico-científico, depois de escolher o tema, o problema a investigar e o tipo de texto, seja pesquisa bibliográfica ou pesquisa de campo, o levantamento bibliográfico é uma etapa fundamental para que o trabalho seja realizado. Já para escrever um artigo científico a partir de uma monografia/tese já pronta e aprovada, a redação de um artigo poderá dar-se com maior tranquilidade. Em 15 de fevereiro de 2015 eu publiquei um post intitulado “Como fazer um artigo científico a partir de sua monografia ou tese?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/02/como-fazer-um-artigo-cientifico-partir.html]. Porém, em oportunidades anteriores eu já escrevi sobre isto, e por isso, eu convido você a visitar meus artigos anteriores, cuja lista consta ao final desta publicação. Hoje vamos responder à indagação da Michelle Torres, vejamos: ...

sábado, 5 de agosto de 2017

domingo, 30 de julho de 2017

Uso do apud = NBR 10520/2002 e o Uso de fontes sem data = NBR 6023/2002

   Bom dia! As citações diretas e indiretas, definidas pela NBR 10520/2002 da ABNT ocasionam muita preocupação, quando se trata de um texto acadêmico-científico, devido à obrigatoriedade de cada obra/autor consultado ter que ser mencionada adequadamente ao longo da escrita. Por sua vez, para que isto seja possível, surge outra dificuldade quando deparamos com a falta da data de publicação de determinada obra que se pretende utilizar,por tratar-se de uma informação bem importante em ambos tipos de citações, e quando ela não consta da obra, devemos observar o que prescreve a NBR 6023/2002, que define as regras sobre as Referências. Vamos rever estes assuntos hoje, em atenção aos muitos emails que tenho recebido, com destaque para algumas dúvidas da Poliana Pereira. Vejamos. ...

sábado, 29 de julho de 2017

As cem imagens da Criança ... Loris Malaguzzi

"A criança é feita de cem.

A criança tem cem mãos, cem pensamentos, cem modos de pensar de jogar e de falar.


Cem sempre cem modos de escutar as maravilhas de amar. ...

domingo, 23 de julho de 2017

Como elaborar um artigo científico?

   Boa tarde! Para desenvolver um Artigo Científico é preciso que sejam percorridos os mesmos caminhos necessários à escrita de um Projeto de Pesquisa, de um Trabalho de Conclusão de Curso ou de uma Monografia, no que se refere à definição de tema, problema, objetivos e levantamento bibliográfico. ...

sábado, 22 de julho de 2017

domingo, 16 de julho de 2017

Os textos científicos e a questão do plágio - Lei n. 9.610/1998 - Direitos Autorais

   Bom dia! Quando se trata de elaborar um texto acadêmico-científico, tanto quanto outros textos, devemos sempre nos preocupar com a questão do plágio. Hoje eu escrevo em atenção aos emails recebidos sobre este assunto, especialmente para a Amanda Bachiega. A pergunta dela foi:...

domingo, 9 de julho de 2017

A Redação Científica e a Lei n. 9.610/1998 - Direitos Autorais

  Bom dia! A redação científica é bastante específica. Não é um texto pessoal. É um tipo de texto que permeia as produções acadêmicas, entre elas os artigos, monografias, trabalhos de final de curso, dissertações e teses de mestrado e doutorado. Escrever algo de cunho científico significa consultar autores que já pesquisaram sobre determinado assunto, analisar, compreender e comparar os seus escritos com os de outros, para então, desenvolver um texto próprio, no qual todos os autores/fontes analisados deverão ser mencionados, de acordo com o que estabelecem as regras da Metodologia Científica. ...

sábado, 8 de julho de 2017

domingo, 2 de julho de 2017

Citação da citação, o uso do apud e a NBR 10520/2002

Olá!   Fazer uma citação de outra citação, ou seja, empregar o termo latino "apud" consiste em referir uma fonte que não foi consultada diretamente pelo aluno/pesquisador. Entre os vários artigos publicados aqui (cuja lista consta ao final deste) sobre o emprego do “apud” e as citações indiretas, vou destacar o mais recente, publicado em 11 de junho de 2017, intitulado “a NBR 10520/2002 – citações diretas e indiretas e o uso do apud – dúvidas e sugestões”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/06/a-nbr-105202002-citacoes-diretas-e.html]. Hoje falaremos novamente sobre as citações indiretas, ou a citação da citação, em atenção à seguinte pergunta: ...

sábado, 1 de julho de 2017

domingo, 25 de junho de 2017

Cuidados com as datas de publicação das fontes bibliográficas de um texto científico

Boa tarde! A questão referente à data de publicação das obras utilizadas para a elaboração de um texto acadêmico-científico costuma ser exigida de forma diferente pelos(as) orientadores(as)/universidades. Em 24 de março de 2013, publiquei um artigo intitulado “Bibliografia: Autores e Fontes mais Antigas podem ser usadas?, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/03/bibliografia-autores-e-fontes-mais.html]. Por sua vez, em 04 de junho de 2016, publiquei outro post, sob o título foi “A bibliografia e a data de publicação de cada obra”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/06/a-bibliografia-e-data-de-publicacao-de.html]. Porém, ao longo deste mês, eu recebi algumas perguntas sobre este mesmo assunto, entre elas: ...

sábado, 24 de junho de 2017

domingo, 18 de junho de 2017

Usar o mesmo título da monografia para um artigo científico?

   Bom dia! Ao ingressar em um curso de pós-graduação, é comum que o acadêmico em especialização utilize a sua monografia, já aprovada, para elaborar um artigo científico, que também servirá para ser publicado em um periódico de seu interesse profissional.  Em oportunidades anteriores, publiquei artigos relacionados a este assunto, entre eles, o mais recente em 23 de abril de 2017, intitulado "Como escrever um artigo científico a partir de uma monografia aprovada?", cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/04/como-escrever-um-artigo-cientifico.html]. Existem ainda alguns outros posts aqui, relacionados ao final desta publicação. Hoje, voltamos a este assunto, para responder ao seguinte questionamento:...

sábado, 17 de junho de 2017

domingo, 11 de junho de 2017

A NBR 10520/2002 – citações diretas e indiretas e o uso do apud – dúvidas e sugestões

Bom dia! A questão das citações diretas e indiretas, e o uso do “apud”, cujas regras constam da NBR 10520/2002 da ABNT suscitam sempre dúvidas, quando chega o momento da escrita de um texto acadêmico-científico. Vários são os artigos publicados aqui, com explicações e exemplos, para colaborar na melhor compreensão dessa exigência tão importante. Hoje voltamos ao assunto, para responder à seguinte questão:
Boa noite Regina Del Buono, parabéns pelo site e pela generosidade em responder às perguntas.
A minha dúvida é a seguinte: o autor Silva Santos faz uma análise de vários autores para construir o ponto de vista deles. Exemplo: SENGE (1990), STRAND et al (1989), GARVIN (1993), FRENCH, BELL e ZAWACKI (1989), ARGYRIS (1970), SCHEIN (1988), BEER, EISENSTAT e SPECTOR (1990) afirmam que a condição básica para se dar início a [...];
Neste caso, devo usar: SENGE (1990), STRAND et al (1989), GARVIN (1993)e os outros(apud SANTOS SILVA, 2014)?
Ou poderia fazer a análise do que ele diz de todos os autores e colocar por exemplo: De acordo a revisão de literatura (ou consenso de diversos autores) de Santos Silva (2014) o pré-requisito para iniciar... Ou seria de alguma outra forma? Desde já agradeço a atenção e boa noite. Abraços. em Como usar o "apud" ou como fazer a citação da citação?


   Murillo, as duas formas sugeridas nos exemplos acima estão corretas. É comum identificarmos em grande parte dos textos científicos que referem cada obra mencionada pelo autor consultado diretamente, como você faz em seu 1°. exemplo. É a regra.
   Porém, acredito que o seu 2°. segundo exemplo, fazer a análise e detalhar as diversas obras mencionadas pela fonte consultada diretamente por você deixaria o texto mais objetivo, exemplo este que poderia ser complementado com uma nota de rodapé. Nela, você poderia referir cada autor e dados completos de sua obra, permitindo ao seu leitor que aprofunde seus conhecimentos, caso queira.
  Em oportunidades anteriores, publiquei aqui a importância e finalidades das notas de rodapé, são eles: “Os Tipos de notas de rodapé e a NBR 6023/2002 da ABNT”, datado de 10 de agosto de 2014, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/08/os-tipos-de-notas-de-rodape-e-nbr.html]; e o outro intitulado: “As Notas de Rodapé e a Metodologia ABNT”, datado de 02 de junho de 2013, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/06/as-notas-de-rodape-e-metodologia-abnt.html].
   A nota de rodapé é um recurso bastante utilizado em textos que seguem o padrão ABNT, que permite ao autor o aprofundamento de maiores explicações, em espaço que ajuda a evitar que as ideias e conceitos que estão sendo desenvolvidos fiquem “poluídos”, isto é, confusos e com informações secundárias.
 Lembre-se que se você mencionar autores fora do parênteses, como faz no 1o. exemplo, somente a letra inicial deve ser grafada em maiúsculas, enquanto que, se mencionados dentro do parênteses, em maiúsculas por inteiro.
  Destaco ainda que primeiro você menciona Silva Santos, e depois, Santos Silva. O correto é você referir (ou dar entrada) neste autor apenas pelo último sobrenome, exceto se o mesmo for grafado, já na obra, com um hífen (ex.: Silva-Santos), neste caso, deverão constar os dois sobrenomes. Lembre-se que, este e todos os outros autores aos quais você teve acesso diretamente, devem ser mencionados ao longo do texto, da mesma forma como foram inseridos na lista das Referências. Já os autores/obras referidos em notas de rodapé, aos quais não se teve acesso diretamente, não devem constar dessa lista.
 São preocupações que envolvem as regras a seguir, o estilo de redação do aluno/pesquisador, e ainda, as preferências e observações de seu (sua) orientador(a), vale a pena confirmar com ele (a), sempre.
  Espero ter colaborado com estas explicações, mas caso queira(m), peço que escreva(m) diretamente para o meu email.
   Bons estudos.
Regina Del Buono
abntouvancouver@gmail.com

REFERÊNCIAS 
DEL-BUONO, Regina C. “Os Tipos de notas de rodapé e a NBR 6023/2002 da ABNT”. Artigo publicado em 10 ago 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/08/os-tipos-de-notas-de-rodape-e-nbr.html];
DEL-BUONO, Regina C. “As Notas de Rodapé e a Metodologia ABNT”. Artigo publicado em 02 jun 2013. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/06/as-notas-de-rodape-e-metodologia-abnt.html].

sábado, 10 de junho de 2017

domingo, 4 de junho de 2017

A bibliografia e a data de publicação de cada obra

Boa tarde! No que se refere à data de publicação de obras que serão utilizadas na fundamentação teórica de um texto científico, é bastante importante que sejam o mais atualizadas possível. Em 24 de março de 2013, publiquei um artigo intitulado “Bibliografia: Autores e Fontes mais Antigas podem ser usadas? 24 Mar 2013”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/03/bibliografia-autores-e-fontes-mais.html]. Voltemos ao assunto hoje, em resposta à pergunta: ...

sábado, 3 de junho de 2017

domingo, 28 de maio de 2017

As fontes diretas, o uso do “apud” e a lista das Referências – NBR 6023/2002

Boa tarde! Na lista das Referências de um texto acadêmico-científico devem constar todas as obras e autores consultados diretamente pelo aluno/pesquisador, ao longo da elaboração de sua pesquisa acadêmica. Em 30 de abril de 2017, publiquei um artigo intitulado “Bibliografia ou Referências? ABNT - NBR 6023/2003 – Informação e documentação - Referências – Elaboração ABNT”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/04/bibliografia-ou-referencias-abnt-nbr.html]. Hoje, voltamos a este assunto, para responder à seguinte pergunta:
Bom dia, gostaria de saber se quando uso o Apud nas citações, preciso colocar a palavra apud nas referencias?

   De acordo com a norma NBR 6023/2002, todas as fontes utilizadas para a elaboração da parte teórica desse tipo de estudo devem constar da lista das Referências. Porém, somente as fontes consultadas diretamente pelo universitário/redator. 

sábado, 27 de maio de 2017

domingo, 21 de maio de 2017

O que é parafrasear? A citação indireta segundo Umberto Eco e a NBR 10520/2002

   Boa tarde! Em 03 de março de 2013, eu publiquei um artigo intitulado: “O que é parafrasear? A citação indireta segundo Eco”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/03/o-que-e-parafrasear.html]. Acontece que tenho recebido alguns comentários e/ou emails sobre a existência de erros na explicação de Umberto Eco, relativamente às normas da ABNT.Entre as perguntas recebidas, estão: ...

sábado, 20 de maio de 2017

O sonho dos ratos ... Ruben Alves

"Era uma vez um bando de ratos que vivia no buraco do assoalho de uma casa velha. Havia ratos de todos os tipos: grandes e pequenos, pretos e brancos, velhos e jovens, fortes e fracos, da roça e da cidade.

Mas ninguém ligava para as diferenças, porque todos estavam irmanados em torno de um sonho comum: um queijo enorme, amarelo, cheiroso, bem pertinho dos seus narizes. 

Comer o queijo seria a suprema felicidade…    Bem pertinho é modo de dizer. ...

domingo, 14 de maio de 2017

Dia das Mães 2017...

Maternar.
Descobrir que existe um ser crescendo dentro de você. 
Explodir de alegria. Recear as mudanças físicas. Enfrentar o medo do parto. 
Aprender os cuidados. Conduzir os primeiros passos. 
Ensinar a falar, comer e se expressar,
Proteger. Ser a base. Ordenar. ...

sábado, 13 de maio de 2017

domingo, 7 de maio de 2017

A citação indireta e o uso do apud - Normas ABNT e Normas VANCOUVER

Boa tarde! Fazer uma citação indireta e utilizar o "apud" requer cuidado para que seja devidamente empregado dentro de um parágrafo do texto acadêmico-científico, sendo mais encontrado em estudos que seguem as normas da ABNT. Por sua vez, no que se refere aos textos desenvolvidos segundo o padrão de normas VANCOUVER, costuma-se utilizar, via de regra, o recurso da paráfrase, já que é bem incomum verificarmos o emprego do "apud". Este artigo visa responder às dúvidas recebidas por emails, contendo exemplos sobre a forma ideal de referir/citar/mencionar as fontes consultadas de acordo com as normas da ABNT, post que será seguindo na próxima semana, contendo os mesmos exemplos de hoje, de acordo com as normas VANCOUVER. Vamos à pergunta recebida da Fernanda Schreiber: ...

sábado, 6 de maio de 2017

domingo, 30 de abril de 2017

Bibliografia ou Referências? ABNT - NBR 6023/2003 – Inform. e Docum.- Referências

  Bom dia! A lista das Referências de um texto acadêmico é uma parte de extrema importância para o conjunto do estudo, que merece bastante cuidado. Em 13 de abril de 2014, publiquei um artigo que denominei “Qual a diferença entre Bibliografia e Referências Bibliográficas?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/07/qual-diferenca-entre-bibliografia-e.html]. Hoje voltamos ao assunto, em atenção aos emails recebidos, entre eles, ao codinome “Estou na Paz”. ...

sábado, 29 de abril de 2017

domingo, 23 de abril de 2017

Como escrever um artigo científico a partir de uma monografia aprovada?

   Bom dia! Em 26 de março de 2017, eu publiquei um artigo sobre “Como transformar e publicar um artigo científico a partir de uma monografia?” cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/03/como-transformar-e-publicar-um-artigo.html], em continuidade a outro post, mais antigo, que denominei “Como fazer um artigo científico a partir de sua monografia ou tese?”, cujo link é: 
[http://www.abntouvancouver.com.br/2015/02/como-fazer-um-artigo-cientifico-partir.html], e que foi publicado aqui em 15 de fevereiro de 2015. Voltemos hoje ao assunto para responder ao questionamento do Sandro Chaves. Sua pergunta foi: ...

sábado, 22 de abril de 2017

domingo, 16 de abril de 2017

Feliz Páscoa 2017

Celebrar a Páscoa é celebrar o renascimento. 
Ao salvar a humanidade, 
Jesus exaltou aquilo que é o mais importante para a vida humana: a família. 
Seja qual for o credo e o templo, a verdadeira mensagem de Jesus é esta. 
Renovação e família. União e compreensão. ...

sábado, 15 de abril de 2017

ABNT ou VANCOUVER? são 5 anos no ar ... e 1 milhão de visitas...

Em 13 de abril de 2017, este blog completou 5 anos de atividade, 
tendo superado a marca de 1 milhão de visitas. ...

domingo, 9 de abril de 2017

Diferenças entre a citação direta curta e longa

   Bom dia! Em 03 de março de 2013, eu publiquei um artigo intitulado: “O que é parafrasear? A citação indireta segundo Eco”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/03/o-que-e-parafrasear.html], assunto ao qual voltamos nesta oportunidade, para corrigir uma falha nas explicações dadas naquele dia. ...

sábado, 8 de abril de 2017

A inteligência e a sabedoria... Santo Agostinho

"O primordial autor e motor do universo é a inteligência. 
Portanto, a causa final do universo deve ser o bem da inteligência e isto é verdade... 

domingo, 2 de abril de 2017

Dúvidas para converter uma monografia em um artigo científico

   Bom dia! Em continuidade às explicações dadas em meu artigo do último dia 26 de março de 2017, sobre “Como transformar e publicar um artigo científico a partir de uma monografia?", cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/03/como-transformar-e-publicar-um-artigo.html], e a outro artigo, publicado em 15 de fevereiro de 2015, intitulado “Como fazer um artigo científico a partir de sua monografia ou tese?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/02/como-fazer-um-artigo-cientifico-partir.html], voltamos ao tema hoje, com novas explicações sobre este assunto, em atenção às dúvidas do Sandro Chaves. A pergunta dele foi: ...

sábado, 1 de abril de 2017

domingo, 26 de março de 2017

Como transformar e publicar um artigo científico a partir de uma monografia?

   Bom dia! É comum que os acadêmicos, a partir da graduação, transformem suas monografias em artigos científicos, com o objetivo de realizar publicações em veículos técnicos especializados em sua área de atuação, permitindo assim, uma valorização de seu currículo profissional. A este respeito, eu publiquei em 15 de fevereiro de 2015, um artigo intitulado “Como fazer um artigo científico a partir de sua monografia ou tese?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/02/como-fazer-um-artigo-cientifico-partir.html]. Nesta data, abordarei novamente este tema, em atenção à Luna Pires. A pergunta dela foi: ...

sábado, 25 de março de 2017

domingo, 19 de março de 2017

O uso do apud e a NBR 10520/2002

   Bom dia! As dúvidas sobre o uso correto do “apud” ou a respeito de ser ou necessário o seu emprego, têm sido bem frequentes nas últimas semanas. É normal, início de semestre, momento em que muitos acadêmicos estão às voltas com seus artigos científicos e monografias. Em 07 de dezembro de 2014, publiquei que denominei “Como usar o “apud” ou fazer a citação da citação?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/12/como-usar-o-apud-ou-como-fazer-citacao.html]. Para dar uma ideia sobre o volume de dúvidas, desde o início deste blog, minhas publicações a respeito do uso do apud já receberam 238.198 visualizações. Hoje, voltarei ao assunto, em atenção à dúvida recebida por parte da Flávia Leal Pereira, cuja pergunta foi:...

sábado, 18 de março de 2017