sábado, 1 de dezembro de 2018

domingo, 18 de novembro de 2018

Pesquisa bibliográfica ou qualitativa e a técnica descritiva

   Bom dia! Entre os diferentes tipos de pesquisas acadêmico-científicas que podem ser desenvolvidas, as mais comuns são a pesquisa bibliográfica e a pesquisa de campo. Em oportunidades anteriores já foram publicados aqui vários artigos versando sobre tais pesquisas. Hoje voltamos ao tema, em atenção à pergunta recebida da Aline Augusto, que segue abaixo: ...

sábado, 17 de novembro de 2018

domingo, 11 de novembro de 2018

Significado do termo "apud" - NBR 10520/2002 e a lista das Referências - NBR 6023/2002

   Bom dia! De origem latina, o termo "apud" significa "citado por", "mencionado por". Seu uso foi estabelecido segundo a NBR 10520/2002, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Em geral, é comum que a maioria das universidades/orientadores peçam/exijam que as expressões latinas sejam empregadas ao longo das produções acadêmico-científicas. Em 15 de novembro de 2015, publiquei aqui um artigo versando sobre "O uso do apud e as Referências Bibliográficas", cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/11/o-uso-do-apud-e-as-referencias.html], assunto ao qual volto hoje, em função do seguinte comentário recebido no último dia 06 de novembro de 2018, no citado post: ...
Não ajudou em nada.
   Bem, de início, cabe registrar as seguintes normas regulamentadoras: 
NBR 10520/2002 - Informação e documentação - Citações em documentos - Apresentação 
NBR 6023/2002 - Informação e documentação - Referências - Elaboração
   
   Já para explicar o uso do "apud" de outra forma, eu diria que:
1. o(a) aluno(a)/pesquisador(a) deve relacionar na lista das Referências, cujas regras constam descritas na NBR 6023-2002 da ABNT, "apenas" as obras por ele consultadas diretamente; dito de outra forma, nas Referências deve constar somente obras/autores "lidos" diretamente pelo acadêmico/redator;
2. as fontes mencionadas dentro de cada uma dessas obras às quais esse(a) universitário(a) teve acesso, que foram citadas pelo autor que se tem em mãos, podem/devem ser referidas nesse novo texto em produção, contanto que sejam seguidas as regras para fazê-lo;
3. esse(a) autor(a)/obra de terceiros não deverá ser incluído(a) na lista das Referências, porém, os dados completos de sua obra poderão ser inseridos em seu texto por meio de "nota de rodapé", contanto que seu(sua) orientador(a) concorde/aprove.

      Um abraço, bons estudos!

Regina Del Buono
Email: abntouvancouver@gmail.com
Skype: abntouvancouver2012
Referências
ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 10520 - Informação e documentação - Citações em documentos - Apresentação. 2002.
__________, NBR 6023 - Informação e documentação - Referências - Elaboração. 2002.

sábado, 10 de novembro de 2018

sábado, 3 de novembro de 2018

A formação e capacitação do indivíduo ... Denise Castanho e Soraia Freitas


A importância das universidades é fundamental em duas perspectivas:
tanto no que se refere à transmissão de conhecimentos e saberes específicos,
assim como para o progresso da sociedade.

domingo, 21 de outubro de 2018

A pesquisa de campo e a gravação das entrevistas com os respondentes - NBR 14.725/2005

   Boa tarde! Entre as várias etapas da elaboração de uma pesquisa de campo para compor o texto acadêmico-científico, está a questão da obtenção dos dados propriamente ditos. Falamos das entrevistas junto aos respondentes que aceitarem participar voluntariamente do estudo do aluno/pesquisador. 
  Como já é sabido pela grande maioria dos universitários, a pesquisa de campo é trabalhosa, e ainda assim, muito interessante também, assunto sobre a qual já publiquei diversos artigos (cuja lista consta ao final deste), sendo que o mais recente foi em 28 de abril de 2018, intitulado: “Como inserir a entrevista da pesquisa de campo no texto científico: Anexo ou Apêndice? NBR 14725/2005 = Informação e documentação – Trabalhos Acadêmicos”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2018/04/como-inserir-entrevista-da-pesquisa-de.html]. Nesta data, voltamos a abordar a questão das entrevistas para uma pesquisa de campo, em atenção à pergunta recebida de Nara:...

sábado, 22 de setembro de 2018

domingo, 16 de setembro de 2018

As notas de rodapé e o uso do sistema numérico para as citações diretas e indiretas- NBR 6023-2002 e NBR 10520-2002

  Bom dia! Entre as formas de realização de citações diretas e indiretas, estão duas formas de referir (mencionar) autores ao longo do texto acadêmico-científico: o sistema numérico e o sistema autor-data, como define a NBR 10520-2002 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Por sua vez, as notas de rodapé constam da NBR 6023-2002. Visite meus artigos anteriores já publicados a respeito deste assunto, relacionados ao final deste post. Hoje vou destacar em dois exemplos enumerados por mim, uma indicação especial feita pela referida NBR. ...

sábado, 15 de setembro de 2018

Olhar para trás... Guimarães Rosa - da obra: "Grandes Sertões Veredas"

"[...] Olhar para trás após uma longa caminhada 
pode fazer perder a noção da distância que percorremos. ...

domingo, 9 de setembro de 2018

A NBR 6023/2002 - Referências - e a menção ao levantamento de dados para pesquisa de campo via Google

   Bom dia! A entrada de autores/obras no texto acadêmico-científico é normatizada pela NBR 6023/2002 – Informação e documentação – Referências – Elaboração, elaborada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O ato de “dar entrada” em uma obra quer dizer a forma correta de mencionar determinado(a) autor(a), que deve ser idêntica dentro do texto, assim como na lista das Referências. Vários são os artigos já publicados aqui a este respeito, mas hoje, voltamos a este assunto, em atenção à dúvida recebida da Majô: ...

domingo, 2 de setembro de 2018

NBR 10520/2002 - as citações diretas e a informação completa sobre autor/obra

   Bom dia! Os textos acadêmico-científicos devem ser fundamentados nas teorias de especialistas de cada área/atividade profissional e/ou pesquisa, como estabelece a NBR 10520/2002 - Informação e Documentação – Citações em documentos – Apresentação, como define a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Vários foram os artigos publicados anteriormente aqui, cuja lista completa consta ao final deste post, contendo dicas e exemplos sobre as citações diretas. Hoje, voltamos a este assunto, para demonstrar uma perspectiva bem interessante. Refere-se ao fato de cada universidade fazer determinadas exigências específicas, como é o caso, por exemplo, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Vejamos os exemplos deste post, enumerados em sequência para sua melhor compreensão. ...

domingo, 26 de agosto de 2018

Plágio versus direitos autorais? Lei n. 9.610/98

   Bom dia! Os textos acadêmico-científicos são “criações intelectuais”, exigidas dentro das academias brasileiras, para que os universitários obtenham seus certificados de graduação e pós-graduação, em conformidade com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB n. 9.394/96.
  Por sua vez, os diferentes tipos de criações intelectuais, sejam livros, textos, conferências, música, entre outros, são protegidos, no Brasil, pela Lei n. 9.610/98 (SEBRAE, 2014). A questão dos direitos autorais foi tema de um artigo recente, publicado aqui em 09 de julho de 2017, intitulado: “A Redação Científica e a Lei n. 9.610/1998 – Direitos autorais”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/07/os-textos-cientificos-e-questao-do.html]. Outro artigo importante, versando sobre o plágio e a referida lei autoral foi publicado aqui em 16 de julho de 2017, intitulado: “Os textos científicos e a questão do plágio - Lei n. 9.610/1998 - Direitos Autorais”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/07/a-redacao-cientifica-e-lei-n-96101998.html]. Vale a pena conferir. Hoje voltamos a estes assuntos tão relevantes na perspectiva da Redação Científica, em atenção ao Lázaro Darvind. Vejamos seu questionamento: ...

domingo, 19 de agosto de 2018

Como referir obras e autores no padrão das Normas VANCOUVER?

   Bom dia! Entre as diferenças existentes nas normas propostas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e das normas VANCOUVER, está a forma de mencionar obras e autores dentro do texto científico. No que se refere às regras da Metodologia VANCOUVER, vários foram os artigos já publicados, contendo dicas e fontes a consultar, cuja lista consta ao final deste post, vale a pena conferir. Voltamos hoje a este assunto, em atenção à dúvida do Higor Tomazotti, recebida por email: ...

sábado, 18 de agosto de 2018

domingo, 12 de agosto de 2018

sábado, 11 de agosto de 2018

domingo, 5 de agosto de 2018

A NBR 6023/2002 e os elementos complementares – 5º. Post da série Lista das Referências

   Bom dia! Os elementos complementares são “as informações que, acrescentadas aos elementos essenciais, permitem melhor caracterizar os documentos”., conforme estabelece a NBR 6023/2002 (p.2) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Este artigo dá continuidade aos posts anteriores, da série “Lista de Referências”, sendo que o último, intitulado “A NBR 6023/2002 e os elementos essenciais – 4º. Post da série Lista das Referências”, foi publicado em 08 de abril de 2018, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2018/04/a-nbr-60232002-e-os-elementos.html]. ...

sábado, 4 de agosto de 2018

domingo, 29 de julho de 2018

Como transformar um TCC aprovado em um artigo científico?

   Bom dia! Inúmeros acadêmicos costumam optar pela utilização de um texto científico que já tenha produzido, na graduação, por exemplo, seja monografia ou TCC, para transformar em um artigo científico, fato que ocorre pelos mais variados motivos, especialmente em função do tema e problema investigados. Tenho publicado ao longo do tempo vários artigos a respeito desta prática, entre eles o cuja lista consta ao final deste post, vale a pena conferir. Voltamos hoje a este assunto, em atenção ao questionamento do Jucelio Luz: ...

sábado, 28 de julho de 2018

O ensino universitário e o papel do professor ... Paulo Freire

"O mundo não é. O mundo está sendo. 
Como subjetividade curiosa, inteligente, interferidora na objetividade com que dialeticamente me relaciono, meu papel no mundo não é só o de quem constata o que ocorre mas também o de quem intervém como sujeito de ocorrências, 
o educador não pode abrir mão do exercício da autonomia, 
pedagogia centrada na ética, respeito a dignidade aos educandos. ...

domingo, 22 de julho de 2018

A NBR 14.724/2011 da ABNT e as Regras Gerais de um texto científico

   Bom dia! Entre as Regras Gerais para a elaboração de um texto científico, definidas pela  Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em sua NBR 14.724/2011, estão: formato do texto, espaçamento, notas de rodapé, indicativos de seção, títulos sem indicativo numérico, elementos sem título e sem indicativo numérico, alguns dos quais publiquei aqui, em 18 de março de 2018, um artigo intitulado: “A NBR 14.724/2011 e o “formato” ou configuração de Monografias e TCCs”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2018/03/a-nbr-147242011-e-o-formato-ou_18.html]. ...

sábado, 21 de julho de 2018

domingo, 15 de julho de 2018

A NBR 14.724/2011 e a inserção de figuras e gráficos no texto científico elaboradas pelo pesquisador

   Bom dia! É comum que um(a) pesquisador(a), seja acadêmico de graduação ou níveis acima, elaborem gráficos, ilustrações e tabelas próprias, baseados na bibliografia consultada, para enriquecer seus textos científicos. Este é uma artigo bibliográfico e de opinião, que dá continuidade ao anterior, que foi publicado aqui em 08 de julho de 2018, intitulado “A NBR 14.724/2011 e a forma de mencionar gráficos, ilustrações e tabelas no texto científico”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2018/07/a-nbr-147242011-e-forma-de-mencionar.html]. Usemos como exemplo o texto didático elaborado pelo Prof. Dr. Fábio Iuji Yamamoto, coordenador do Grupo de Estudo de Doenças Vasculares Cerebrais da Divisão de Clínica Neurológica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. ...

sábado, 14 de julho de 2018

domingo, 8 de julho de 2018

A NBR 14.724/2011 e a forma de mencionar gráficos, ilustrações e tabelas no texto científico

   Boa tarde! A inserção e menção de Gráficos, Ilustrações e Tabelas no texto acadêmico-científico, por vezes, permite que fiquemos com algumas dúvidas sobre como fazê-las. Assim, em continuidade ao artigo publicado aqui no último domingo, 01 de julho de 2018, intitulado “Como indicar as fontes utilizadas como base para gráficos e ilustrações no texto científico?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2018/07/como-indicar-as-fontes-utilizadas-como.html], hoje voltamos ao assunto, em atenção ao questionamento recebido por parte do Roberto Freitas:...

domingo, 1 de julho de 2018

A NBR 14724/2011 e a forma de indicar as fontes utilizadas como base para gráficos e ilustrações no texto científico?

   Boa tarde! Mencionar as fontes consultadas para elaboração de gráficos, tabelas e demais indicações dentro do texto acadêmico-científico, como estabelece a NBR 14.724/2011 é tão importante quanto os demais autores utilizados ao longo desse mesmo texto, que foi tema do meu artigo publicado em 22 de junho de 2014, intitulado “Como nomear Figuras, Gráficos e Tabelas dentro da monografia?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/06/como-nomear-figuras-graficos-e-tabelas.html], no qual, recebi, tardiamente, uma dúvida, postada por NLP Trade, à qual responderei somente hoje: 
Boa tarde Regina, se eu montei um gráfico baseado nos dados de dois websites diferentes. Neste caso, como eu devo referenciar isso no trabalho? Muito obrigada.
   O primeiro aspecto a mencionar se refere à forma de mencionar as fontes utilizadas deve seguir o padrão adotado ao longo do texto, e de acordo com a metodologia científica exigida por sua universidade, seja ela ABNT, APA ou VANCOUVER.
   De início, cabe esclarecer que um gráfico ou tabela elaborados com base em um ou mais autores, deverá receber tal indicação, a destacar:
Fonte: Elaborado pelo autor (ano), com base em ... (ano da obra de publicação)
   Na explicação acima, o "autor" é o próprio(a) acadêmico(a)/redator(a).

   Um segundo aspecto importante a destacar é que, em se tratando de sites, a entrada da referida fonte deve ser idêntica àquela feita da lista das Referências. 
   Analisemos alguns exemplos.

Exemplo 1 – Padrão ABNT

       Tabela 1 - Crimes contra a mulher no contexto da Violência Doméstica*
CRIME
PENA
RITO
Lesão corporal leve (CP, art. 129, §9.)
3 meses a 3 anos
sumário
Lesão corporal grave (CP, art. 129, § 1º.) 1
1 a 5 anos
ordinário
Lesão corporal gravíssima (CP, art. 129, § 2º.) 2
2 a 8 anos
ordinário
Lesão corporal seguida de morte (CP, art. 129, § 3.) 3
4 a 12 anos
ordinário
Ameaça (CP, art. 147)
1 a 6 meses ou multa
sumário
Estupro (CP, art. 213)
6 a 10 anos
ordinário
Crimes contra a honra (Injúria, Difamação, calúnia)

Art. 519 do CPP
1 a 3 praticado nas circunstâncias do art. 129, § 9º., do CP.
Fonte: DIAS (2010)

Os dados completos da obra indicada na tabela 1, de acordo com a lista das Referências são:
DIAS, Maria Berenice. Lei Maria da Penha – A efetividade da Lei 11.340/2006 de combate à violência doméstica contra a mulher. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais. 2010, p. 268.

No caso do Exemplo 1, a fonte da Tabela 1 deveria ser, de acordo com a indagação feita seria:
Fonte: Dados tabulados pela autora*, com base em Dias (2010).

Por sua vez, o Exemplo 2 indica determinado autor no qual os dados informados na Tabela 1 tivessem sido obtidos em um site eletrônico.

Exemplo 2: Padrão ABNT
CHAKIAN (2017)

Veja(m) a fonte completa, conforme indicada na lista das Referências do texto acadêmico-científico em questão:
CHAKIAN, Silvia. O que você precisa saber sobre feminicídio, um crime silenciado. Agosto de 2017. Disponível em: [http://www.huffpostbrasil.com/2017/08/04/o-que-voce-precisa-saber-sobre-um-crime-que-tem-nome-feminicidi_a_23065074/]; acesso em 02 set 2017.

   Por fim, o Exemplo 3 apresenta uma figura obtida diretamente em um site, para a qual deveremos compor os dados por completo, e que foi obtida em outro site.

Exemplo 3: padrão ABNT

Imagem obtida nos meios eletrônicos, que traz a indicação da fonte original.

                 Figura 1 – Acidente Vascular Cerebral
 

                                  Fonte: redebrasilavc.org.br

   

   Esta publicação consta do site "Minuto Saudável", e indica que a imagem acima foi obtida em outro site: “redebrasilavc.org.br”. Porém, esta fonte deveria ser indicada da seguinte forma: REDE BRASIL AVC. (título da imagem), data, como o próprio site indica.
  A fonte deve ser mencionada abaixo da figura, e da mesma forma, na lista das Referências.  Veja(m) só: [http://www.redebrasilavc.org.br].

   Uma vez que a imagem constante aqui no Exemplo 3 foi obtida no site:

MINUTO SAUDÁVEL. AVC Isquêmico e Hemorrágico: o que é, sintomas, causas e sequelas. Publicado em 29 jun 2017. Disponível em: [https://minutosaudavel.com.br/avc-isquemico-e-hemorragico-o-que-e-sintomas-causas-e-sequelas/]; acesso em 03 mai 2018.


   De acordo com a NBR 14.724/2011 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a forma correta de indicar a fonte de uma figura (ou ilustração) deve ser feita "abaixo" da mesma, no seguinte padrão: "Minuto Saudável (2017)", e ainda, que sua "entrada" na lista das Referências seja idêntica ao que for feito dentro do texto.
   Este artigo é mais um que dá continuidade às minhas respostas aos comentários recebidos tardiamente neste blog, aos quais não pude responder em tempo hábil, e, por esse motivo, mais uma vez eu peço desculpas.
    Bons estudos. 
Regina Del Buono
email: abntouvancouver@gmail.com
Skype: abntouvancouver2012


Referências

CZECH, Silvana Calbente. Feminicídio com ênfase no Intra-lar. Trabalho de Conclusão de Curso [Graduação em Direito] Faculdade Carlos Drummond de Andrade. São Paulo, 2017.

domingo, 24 de junho de 2018

O uso de expressões e suas siglas no texto científico = NBR 14724/2011

   Bom dia! É comum que os textos científicos apresentem nomes de locais e instituições, e/ou eventos seguidos das siglas que os representam. Inúmeros são os exemplos deste tipo de situação, como é o caso da Organização Mundial de Saúde (OMS). Este é um artigo bibliográfico. ...

sábado, 23 de junho de 2018

As inteligências múltiplas ... José Manuel Moran

"O conhecimento precisa da ação coordenada de todos os sentidos - caminhos externos - combinando o tato (o toque, a comunicação corporal),o movimento (os vários ritmos), o ver (os vários olhares) e o ouvir (os vários sons). Os sentidos agem complementarmente, como superposição de significantes, combinando e reforçando significados. ...

domingo, 17 de junho de 2018

A pesquisa de campo e o número ideal de entrevistas a realizar

   Bom dia! Ao optar por desenvolver uma pesquisa de campo, a questão das entrevistas é tão importante quanto a fundamentação teórica, sendo que, nesta perspectiva, é comum surgirem algumas dúvidas sobre o número de entrevistas a realizar. Este é um artigo de opinião. Em continuidade às respostas aos comentários e dúvidas recebidas e não respondidas a tempo, pelo que eu, mais uma vez, peço desculpas, hoje voltamos a falar sobre a Pesquisa de Campo e as entrevistas a ela inerentes. Em 20 de outubro de 2016, recebi da Vivi a seguinte pergunta: ...

sábado, 16 de junho de 2018

Revisão e Preparação de textos ...

     O trabalho de revisão de um texto é distinto do trabalho de um preparador de textos.
    A revisão só pode ser elaborada sobre um texto que já passou pelas mãos de um(a) preparador(a). O(a) revisor(a) trabalha, normalmente, sobre um texto já diagramado. Essa é uma etapa na qual já não cabem grandes mudanças no que vai escrito, etapa na qual o(a) revisor(a) costuma corrigir apenas questões relativas à ortografia e à gramática (denominados "pastéis"). ....

domingo, 10 de junho de 2018

As citações diretas e indiretas e a forma de mencionar autor/obra no texto científico – NBR 10520/2002

    Bom dia! As citações diretas e indiretas, ou a forma de mencionar ou referir obras e autores dentro do texto acadêmico-científico é alvo de muita atenção ao longo da avaliação de orientadores(as), ao receberem artigos, monografias e tccs. Tais citações constam da NBR 10520/2002, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Entre os sistemas de chamada, que podem ser: numérico ou autor-data. Este é um artigo de cunho bibliográfico e ainda de opinião, já que trará minhas dicas e observações pessoais quanto a tudo que tenho visto e feito ao longo do tempo nas revisões de textos acadêmicos. 

sábado, 9 de junho de 2018

domingo, 3 de junho de 2018

Como inserir a fala dos entrevistados dentro de uma monografia?

Bom dia! Ao realizar uma pesquisa de campo, é comum que seja elaborado um capítulo específico para a Metodologia de Pesquisa, no qual o aluno/pesquisador deverá, entre outros elementos que compõem tal capítulo, inserir as respostas obtidas dos participantes ao roteiro de perguntas utilizado. A este respeito já foram publicados aqui vários artigos, detalhando a pesquisa de campo e os cuidados a ela inerentes, entre eles o post publicado em 12 de novembro de 2017, intitulado: “A Pesquisa de Campo e a forma de incluir as entrevistas no texto da monografia?” cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/11/a-pesquisa-de-campo-e-forma-para.html]. A lista completa de tais artigos consta ao final deste de hoje. Hoje, e em resposta a uma dúvida recebida da Maria Nazaré, recebida em 24 de outubro de 2016, e que, infelizmente, eu não visualizei a tempo, cuja pergunta foi:
Maria Nazaré = 24 de outubro de 2016 = 14:30
Boa tarde!!Estou fazendo o tcc, e gostaria de saber como colocar a fala dos entrevistados, se é da linguagem deles, ou tenho que intervir e colocar na linguagem acadêmica?
   Bem, tudo que transcrevermos de algum texto ou fala de terceiros deve ser feito literalmente, isto é, não se pode alterar ou corrigir. 
     Porém, depois de apresentar um trecho de texto ou de uma entrevista, e, no caso do texto acadêmico-científico, é importante que o mesmo seja associado às obras e teóricos utilizados na escrita da fundamentação teórica desse TCC (monografia, artigo, etc.), e, caso seja do interesse do(a) acadêmico(a)/orientador(a), que seja feita uma explicação com as próprias palavras desse universitário/redator acerca de cada resposta obtida, ou sobre a verificação sobre todas elas.
   Em outras palavras, deve-se inserir a pergunta, as respostas obtidas (conforme o número de respondentes à pesquisa realizada), e na sequência, analisar tais respostas, e se possível, classificadas em blocos, algo como: os voluntários A e B concordam sobre (tal assunto/posicionamento), enquanto os voluntários C e D discordam sobre... etc.
    Em seguida, elaborar uma explicação sobre o que foi obtido e associar às teorias lidas e utilizadas no capítulo teórico.
   Este é um artigo de opinião, baseado nas exigências que têm sido feitas pelos(as) diferentes orientadores(as) das muitas universidades/cursos do país, para os textos/acadêmicos que tenho recebido para revisão. Para o caso de dúvidas sobre estas dicas, pode-se pesquisar e analisar os muitos textos científicos disponíveis nas bibliotecas das universidades e/ou meios eletrônicos.
   Bom domingo, um abraço!
Regina Del Buono
email: abntouvancouver@gmail.com
Skype: abntouvancouver2012
REFERÊNCIAS
DEL-BUONO, Regina C. Como inserir os dados de entrevista semi-estruturada na monografia? Pesquisa de Campo. 22 out 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/10/como-inserir-os-dados-de-entrevista.html].
__________, Como elaborar um relatório com as entrevistas de uma Pesquisa de Campo (Qualitativa)? 22 jan 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/01/como-elaborar-um-relatorio-com-as.html].
__________, As entrevistas para uma Pesquisa de Campo e as Citações Diretas – NBR 10520/2002. 30 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/as-entrevistas-para-uma-pesquisa-de.html].
__________, A Pesquisa de Campo e o número de respondentes. 23 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/a-pesquisa-de-campo-e-o-numero-de.html].
__________, A Pesquisa de Campo e a Entrevista semi-estruturada com apenas um respondente. publicado em 28 ago 2016. Dispónível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/a-pesquisa-de-campo-e-entrevista-semi.html].
__________, Pesquisa de Campo: Como inserir em sua monografia os dados tabulados por outro autor? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/pesquisa-de-campo-como-inserir-em-sua.html]; publicado em 21 de agosto de 2016.
__________, Como analisar e associar as respostas de uma pesquisa de campo à teoria? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-analisar-e-associar-as-respostas.html]; publicado em 26 de junho de 2016.
___________, Como classificar ou qualificar os participantes de uma Pesquisa de Campo? publicado em 05 jun 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-classificar-ou-qualificar-os.html].
___________, A Pesquisa de Campo e a inclusão da entrevista em uma Monografia. publicado em 01 mai 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/05/a-pesquisa-de-campo-e-inclusao-da_1.html].
__________, As principais técnicas ou Procedimentos em Pesquisa Científica. publicado em 25 out 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/10/as-principais-tecnicas-ou-procedimentos.html].
__________, Como definir a população alvo de amostra para uma Pesquisa de Campo? publicado em  23 ago 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/08/como-definir-populacao-alvo-de-amostra.html].
__________, A Pesquisa de Campo enquanto procedimento de pesquisa. publicado em 26 jul 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/07/a-pesquisa-de-campo-enquanto.html].
___________, Os Anexos da Pesquisa de Campo: o Roteiro de Perguntas. publicado em 09 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/os-anexos-da-pesquisa-de-campo-o.html].
__________, O Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e a Pesquisa de Campo. publicado em 02 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/o-termo-de-consentimento-livre-e.html].

sábado, 2 de junho de 2018

domingo, 27 de maio de 2018

Momento crítico: a greve dos caminhoneiros e a política no Brasil... Prof. Lupércio Rizzo

   Boa tarde! Todo domingo eu faço publicações técnicas, porque este é o objetivo deste espaço virtual. Porém, ao longo dos últimos dias, vivemos no Brasil uma das maiores oportunidades de conscientização política, social e moral tão importante quanto necessária às nossas vidas. ...

sábado, 26 de maio de 2018

domingo, 20 de maio de 2018

Como denominar gráficos, tabelas e ilustrações no Artigo Científico?

   Bom dia! O uso de ilustrações dentro de um artigo científico costuma ser bem aceito, tanto no âmbito dos trabalhos acadêmicos, como nas publicações em periódicos. A denominação para cada tipo de ilustração pode variar, conforme as exigências de cada orientador(a)/universidade. A este respeito publiquei aqui alguns artigos, listados ao final deste post, sendo o mais recente, intitulado: “Como nomear Figuras, Gráficos e Tabelas dentro da Monografia? 2o. artigo”, datado de 12 de junho de 2016, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-nomear-figuras-graficos-e-tabelas.html]. Hoje, voltamos a este assunto, em atenção às dúvidas recebidas de Rogéio Guahy, vamos a elas:...

sábado, 19 de maio de 2018

Sonho de uma noite de verão... William Shakespeare

"Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão.
No fundo, isto não tem muita importância. ...

domingo, 13 de maio de 2018

Feliz dia das mães 2018 !

Parabéns prá você que é mamãe, e que não desiste de sê-lo, mesmo se ficar triste, ou se for desvalorizada pelos seus filhos, ou não for reconhecida nos seus esforços diante das dificuldades da vida... 

É um texto antigo, que circula na rede faz um tempão, mas acredito que seja sempre válido rememorar... 

"Entrevista realizada com crianças de 7 e 8 anos de idade sobre suas mães, cursando o ensino fundamental da Espanha".

"Quem é o chefe da sua casa?
Acho que a minha mãe, porque ela tem muito mais coisas a fazer do que meu pai.

Por que Deus fez o Dia das mães?
Porque elas são as únicas que sabem onde estão as coisas lá em casa.

Como Deus fez as mães?Com mágica, super poderes e misturou tudo muito bem.

Quais ingredientes ele usou?Nuvem, cabelo de anjo e tudo de bom que há no mundo e uma pitada de mal.

Por que Deus te deu sua mãe e não outra mãe?
Porque Deus sabia que ela seria mais minha mãe do que outras mães.

Por que sua mãe se casou com seu pai?
Minha vó disse que foi porque ela não usou a cabeça pra pensar.

Qual a diferença entre as mamães e os papais?
1. As mamães trabalham no trabalho e em casa, os papais só vão ao trabalho.
2. As mães sabem falar com as professoras sem assustá-las.
3. Os papais são mais altos e fortes, mas as mamães têm o verdadeiro poder porque você tem de pedir prá elas quando quer dormir na casa de um amigo.
4. As mães são mágicas porque elas fazem você se sentir bem sem remédio.

O que sua mãe faz no tempo livre? 
Mães não têm tempo livre.

Se você pudesse mudar algo em sua mãe, o que seria?
Eu queria que desaparecessem os olhos invisíveis que ela tem atrás da cabeça…"

Fonte: Google


sábado, 12 de maio de 2018

domingo, 6 de maio de 2018

A inserção de dados de pesquisa de campo na Introdução da monografia?

   Bom dia! A introdução do texto acadêmico-científico costuma conter elementos específicos, que foram descritos em artigos anteriores publicados aqui, entre eles o mais recente: “Como fazer a Introdução de textos acadêmico-científicos, como a Monografia?”, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/01/como-fazer-introducao-de-textos.html], publicado em 03 de janeiro de 2016. Voltamos a este tema hoje, em atenção à dúvida recebida (tardiamente) em 20 de janeiro de 2017, vamos a ela: ...

domingo, 29 de abril de 2018

Como inserir a entrevista da pesquisa de campo no texto científico: Anexo ou Apêndice? NBR 14725/2005 = Informação e documentação – Trabalhos acadêmicos

   Bom dia! Um texto acadêmico-científico realizado a partir de pesquisa de campo, traz, normalmente,  um capítulo específico para Metodologia de Pesquisa.  É um assunto normatizado pela ABNT NBR 14724. A lista completa de meus artigos anteriores sobre este assunto consta ao final deste post. Porém, destaco aqui dois em especial: “A coleta de dados de uma pesquisa de Campo e sua inserção no texto científico”,  em 19 de novembro de 2017, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/11/a-coleta-de-dados-de-uma-pesquisa-de.html]; e um segundo, intitulado “Como inserir dados das entrevistas de pesquisa de campo na monografia?”, publicado em 20 de agosto de 2017, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/08/como-inserir-os-dados-das-entrevistas.html].
   A lista completa de artigos sobre este assunto consta no final deste post, não deixe de conferir. Hoje, voltarei ao tema, para responder a uma dúvida recebida em 06 de agosto de 2017, que,infelizmente, não avistei a tempo de responder à Fabíola Barreto. Mesmo assim, vamos a ela.

   À época, a Fabíola me perguntou:
Boa noite! Se eu fizer uma entrevista para a minha pesquisa e quiser inseri-la na íntegra (as perguntas elaboradas por mim e as respostas do entrevistado), deve ser como anexo ou apêndice?
   Bem, como mencionado acima,  tenho revisado textos de acadêmicos advindos das diferentes universidades/cursos nos quais tem sido comum que a íntegra das entrevistas realizadas, independentemente do número de participantes (seja um ou mais), seja inserida como “anexo” em monografias ou trabalhos de conclusão de curso.
   A inserção de um anexo ou apêndice está normatizada pela NBR 14724 (2011, p. 9), que fazem parte do pós-texto, mas que são opcionais.
   Porém, a versão de 2005 da referida NBR 14724 ensina que “anexo é um documento que não foi elaborado pelo autor do texto científico”, enquanto o apêndice sim, isto é, “apêndice é documento elaborado pelo autor do trabalho científico, podendo ser uma entrevista, um relatório...” isto é, um documento que irá colaborar na argumentação dos conteúdos desenvolvidos ao longo do texto.
   Pode-se usar como exemplo as regras fornecidas pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, que prescrevem:
2.3.2 ANEXOS: todo o material que poderia estar no texto, mas por algum motivo é deslocado para aqui. A indicação dos anexos é feita com letras maiúsculas. Ex.: Anexo A, Anexo B. 2.3.3 APÊNDICES: o que não é fundamental ao texto, mas que pode servir de apoio ao mesmo.

  Sendo assim, é uma definição que depende das regras estabelecidas na apostila de Metodologia Científica de cada universidade, e ainda, das exigências de seu (sua) orientador(a).
   Bons estudos.
Regina Del Buono
Skype: abntouvancouver2012

Referências
ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. ABNT NBR 14724. Informação e documentação – Trabalhos acadêmicos – Apresentação. 2011; 2005.
DEL-BUONO, Regina C. A coleta de dados de uma Pesquisa de Campo e sua inserção no texto científico. 19 nov 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/11/a-coleta-de-dados-de-uma-pesquisa-de.html].
__________, A Pesquisa de Campo e a forma de incluir as entrevistas no texto da monografia? 12 nov 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/11/a-pesquisa-de-campo-e-forma-para.html].
__________, Como inserir os dados de entrevista semi-estruturada na monografia? Pesquisa de Campo. 22 out 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/10/como-inserir-os-dados-de-entrevista.html]. __________, Como elaborar um relatório com as entrevistas de uma Pesquisa de Campo (Qualitativa)? 22 jan 2017. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2017/01/como-elaborar-um-relatorio-com-as.html].
__________, As entrevistas para uma Pesquisa de Campo e as Citações Diretas – NBR 10520/2002. 30 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/as-entrevistas-para-uma-pesquisa-de.html].
__________, A Pesquisa de Campo e o número de respondentes. 23 out 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/10/a-pesquisa-de-campo-e-o-numero-de.html].
__________, A Pesquisa de Campo e a Entrevista semi-estruturada com apenas um respondente. 28 ago 2016. Dispónível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/a-pesquisa-de-campo-e-entrevista-semi.html].
__________, Pesquisa de Campo: Como inserir em sua monografia os dados tabulados por outro autor? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/08/pesquisa-de-campo-como-inserir-em-sua.html]; publicado em 21 de agosto de 2016.
__________, Como analisar e associar as respostas de uma pesquisa de campo à teoria? Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-analisar-e-associar-as-respostas.html]; publicado em 26 de junho de 2016.
__________, Como classificar ou qualificar os participantes de uma Pesquisa de Campo? 05 jun 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/06/como-classificar-ou-qualificar-os.html].
__________, A Pesquisa de Campo e a inclusão da entrevista em uma Monografia. 01 mai 2016. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2016/05/a-pesquisa-de-campo-e-inclusao-da_1.html].
__________, As principais técnicas ou Procedimentos em Pesquisa Científica. 25 out 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/10/as-principais-tecnicas-ou-procedimentos.html].
__________, Como definir a população alvo de amostra para uma Pesquisa de Campo? 23 ago 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/08/como-definir-populacao-alvo-de-amostra.html].
__________, A Pesquisa de Campo enquanto procedimento de pesquisa. 26 jul 2015. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/07/a-pesquisa-de-campo-enquanto.html].
__________, Os Anexos da Pesquisa de Campo: o Roteiro de Perguntas. 09 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/os-anexos-da-pesquisa-de-campo-o.html].
__________, O Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) e a Pesquisa de Campo. 02 nov 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/11/o-termo-de-consentimento-livre-e.html].
PUCSP - Pontifícia Universidade Católica. NORMAS DA ABNT. [Normas Técnicas].  201?. Disponível em: [http://www.pucsp.br/sites/default/files/download/posgraduacao/programas/fonoaudiologia/normas_abnt.pdf]; acesso em 02 fev 2017.