domingo, 30 de agosto de 2015

Os Critérios de Inclusão e Exclusão de amostras para uma Pesquisa de Campo

Olá!
   Os Critérios de Inclusão e Exclusão são informações que costumam ser exigidas em textos acadêmico-científicos elaborados como Pesquisa de Campo, de universitários pertencentes aos cursos da área de Saúde. Este artigo dá continuidade ao primeiro desta série, publicado em 22 de março de 2015, denominado Como definir o tipo de pesquisa científica?, cujo link é [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/03/como-definir-o-tipo-de-pesquisa.html].

  Uma vez definida a população a ser observada e analisada, é preciso que o aluno/pesquisador confira atentamente todos os elementos definidos para o perfil dessa amostra, devendo desprezar aqueles que não o atendam completamente, considerando os seguintes aspectos (UNISANTA, 2004, p.6):
o campo de observação;a população escolhida e suas características;Se for utilizar apenas uma amostra, o aluno deverá justificar o motivo de fazê-lo e apresentar a forma como a mostra será selecionada e suas características;Quais são as variáveis utilizadas e como serão controladas. 


Para ilustrar este artigo, foram identificados nos meios eletrônicos exemplos sobre como especificar dentro do texto os critérios utilizados para incluir/excluir participantes da pesquisa de campo, enumerados de 1 a 3.  

Exemplo 1 (GRAZIOSI, LIEBANO, NAHAS, 2011, p. 51): 

Amostra: Critérios de Inclusão e Critérios de Exclusão das amostras. 
Inclusão: agentes de saúde com especialização. 
Exclusão: agentes de saúde que não atuam em UBS. 

   No Exemplo 1 observa-se a singularidade para inclusão/exclusão das amostras participantes do estudo. 


Exemplo 2 (INESC-TEC, 2008) 

Critérios de inclusão: 
1. Doentes com tumor primário da mama (in situ ou invasor) com indicação para TCCM unilateral, independentemente da idade e da raça. 2. Doentes que deram o seu consentimento expresso informado para participar no estudo ou de acordo com a legislação aplicável. 

Critérios de exclusão
1. Doentes do sexo masculino. 
2. Doentes que optem pela mastectomia como tratamento. 
3. Doentes submetidas previamente a cirurgia da mama por patologia mamária benigna ou maligna. 
4. Doentes que não prossigam os tratamentos (radioterapia) 

   Neste Exemplo 2 verifica-se que para incluir ou excluir os componentes da população alvo são específicos, de acordo com os objetivos da pesquisa e perfil definido. 


Exemplo 3 (ALVES, 2006, p.20) 

2.3- Amostra 

Participaram deste estudo 29 voluntários selecionados no Ambulatório de DPOC do Serviço Especial de Diagnóstico e Tratamento de Pneumologia e Cirurgia Torácica do Hospital das Clínicas da UFMG. 

A investigação foi feita sobre o Diagnóstico clínico de DPOC moderado ou grave, feito por clínico experiente e baseado em critérios espirométricos35, com volume expiratório forçado no primeiro segundo (VEF1) sobre capacidade vital forçada (CVF) - VEF1/CVF < 70% e VEF1 < 80% do previsto. 

2.3.1- Critérios de inclusão 
1. Ser do sexo masculino. 
2. Ser capaz de realizar o teste de exercício. 
3. Não participar de programa regular de atividade física; 
4. Apresentar estabilidade clínica (sem exacerbação da DPOC nas últimas seis semanas); 
5. Apresentar índice de massa corporal entre 18 e 30 Kg/m2; 
6. Ausência de diagnóstico de asma, doença pulmonar intersticial e comprometimento cardiovascular; 
7. Ausência de comprometimentos neuromusculares ou ortopédicas que limitassem a realização do exercício no cicloergômetro. 


2.3.2- Critérios de exclusão 
1. Não conseguir realizar o teste proposto 
2. Não alcançar pelo menos três estágios do teste progressivo. 


   Este Exemplo 3 evidencia o cuidado com os critérios de inclusão/exclusão de participantes da pesquisa, conforme previamente definido. 

Boa pesquisa! 
Regina Del Buono

REFERÊNCIAS

ALVES, Gislaine de Souza. Padrão respiratório e movimento toracoabdominal durante o exercício em indivíduos com doença pulmonar obstrutiva crônica. Dissertação [Mestrado] apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais, 2006. Disponível em: 

GRAZIOSI, Maria Elisabete Salvador; LIEBANO, Richard Eloin; NAHAS, Fabio Xerfan. UNASUS – UNIFESP – Universidade Aberta do SUS – Universidade Federal de São Paulo. Desenvolvimento do TCC – Artigo Científico. 2011. Disponível em: 

INESC-TEC - Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência . Instituto de Pesquisa Científica. Critérios de Inclusão. Critérios de Exclusão. Porto, Portugal. 2008. Disponível em: 
[http://medicalresearch.inescporto.pt/bcct.pred/files/crit%C3%A9rios%20de%20inclus%C3%A3o_pt.pdf]; acesso em 05 abr 2015. 


2 comentários:

  1. Olá Regina, Parabéns pelo Blog.
    Gostaria apenas de corrigir a informação no exemplo 3, quando enumera os critérios de exclusão.
    Um critério de exclusão é quando o participante está contido em todos os critérios de inclusão, porém existe um algo a mais que o faz ser excluído do estudo.
    Veja que o exemplo 1 é a negação do critério de inclusão 2, e isto está equivocado, pois se ele não cumpre o critério de inclusão, ele já não se enquadra na pesquisa. Neste caso ele não é elegível para a pesquisa.
    Diferente do que você sabiamente descreve no exemplo 2, pois ali o participante pode cumprir todos os critérios de inclusão, porém ele é excluído devido ao critério de EXCLUSÃO proposto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Eu agradeço pela sua visita, pelos elogios, e pelas suas explicações deixadas aqui no meu blog, mas na verdade, trata-se de um espaço no qual eu venho trabalhando há quase 5 anos. Eu gostaria de dizer-lhe que, sempre que recebo comentários, eu os respondo através de um novo artigo, ampliando, possivelmente, a visibilidade sobre o tema em questão. Dessa forma, caso eu tivesse realmente errado neste caso, eu deveria publicar um novo artigo, para corrigir tal erro, mas precisaria saber o seu nome, para poder explicar quem teria corrigido a minha falha, você compreende? Outro aspecto refere-se ao fato de que, para poder aceitar que alguém me corrija, tenho o direito de saber quem o faz, não é mesmo? Eu espero que você compreenda o meu ponto de vista. Um abraço!

      Excluir