sábado, 23 de janeiro de 2016

Subjetividade - Foucault

"No curso de sua história, 
o homem não cessou de se construir a si mesmo,
ou seja,
 
de trasladar continuamente o nível de sua subjetividade, 
de se constituir numa série infinita e múltipla 
de subjetividades diferentes
 que nunca alcançam um final 
nem nos colocam na presença de algo que pudesse ser o homem.
Michel Foucault
(1926-1984)
filosofo francês

Trecho do livro As palavras e as coisas. 
São Paulo: Martins Fontes, 2002, p.403


0 comentários:

Postar um comentário