domingo, 17 de maio de 2015

Natureza da Pesquisa Quantitativa e da Pesquisa Qualitativa - da série Tipos de Pesquisa

Bom dia!
   Falemos da natureza das pesquisas científicas. Em continuidade ao meu artigo Como definir o tipo de pesquisa científica?, publicado em 22 de março de 2015, cujo link é [http://www.abntouvancouver.com.br/2015/03/como-definir-o-tipo-de-pesquisa.html], hoje vamos abordar a Pesquisa Quantitativa e a Pesquisa Qualitativa. Vários foram os artigos já publicados aqui em ocasiões diferentes, vale a pena conferir.

   Ao elaborar determinado trabalho acadêmico-científico, é preciso definir o tipo de estudo, ou seja, a estratégia pela qual ele foi concebido, ou, como foram pesquisados os materiais necessários para a compreensão do assunto, e como foram obtidos os dados para embasá-lo.
  A natureza da Pesquisa Quantitativa é a de estabelecer comparações, para poder generalizar os resultados. Desenvolve-se no sentido de quantificar dados ou fatos, apresentando respostas numéricas. É normalmente utilizada em estudos e textos de pesquisas bibliográficas, através das quais, o aluno/pesquisador irá levantar materiais que tenham sido escritos sobre o tema de seu interesse, em determinado intervalo de tempo. Visa colaborar para o controle científico sobre determinado assunto. Inúmeros autores consideram que a Pesquisa Quantitativa pertence ao Positivismo, corrente filosófica que surgiu no início do Século XIX, na França, criada por Auguste Comte. Sob a ótica do Positivismo, as descobertas científicas são fundamentais para a vida humana. 
  A natureza da Pesquisa Qualitativa trabalha com a subjetividade, intensidade e profundidade do fato. É normalmente utilizada em pesquisas de campo, permitindo ao aluno/pesquisador que identifique determinado local onde ocorrem os fatos que estão sendo investigados no tema de seu texto acadêmico, local no qual ele poderá identificar voluntários dispostos a participar de sua pesquisa, através de um roteiro de perguntas, que servirão para entrevistar esses voluntários. Visa compreender os fatores que ocasionam a ocorrência dos fatos sob um olhar pessoal, na medida em que os voluntários poderão falar sobre suas vivências. Busca-se perceber as emoções e reações das pessoas envolvidas no problema. 
  Importante destacar que, no contexto científico, inexiste uma Pesquisa Qualitativa sem o suporte do levantamento bibliográfico, ou seja, é preciso que seja elaborada, conjuntamente, a Pesquisa Quantitativa, para conferir ao seu texto, a fundamentação teórica necessária. 
Um abraço!
Regina Del Buono
REFERÊNCIAS:
FONSECA, João José Saraiva da. Metodologia da Pesquisa Científica. Curso de Especialização em Comunidades Virtuais de Aprendizagem, da Universidade Estadual do Ceará (UECE), 2002. Disponível em:[http://www.ia.ufrrj.br/ppgea/conteudo/conteudo-2012-1/1SF/Sandra/apostilaMetodologia.pdf]; acesso em 02 fev 2015.


6 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá, eu fico contente que tenha gostado, espero que o artigo tenha colaborado para a sua compreensão sobre a natureza das pesquisas. abraço.

      Excluir
  2. Obrigada! Muito esclarecedor!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada! Muito esclarecedor!

    ResponderExcluir
  4. mais eu gostaria de saber do proprio conceito sustentado por um autor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia! Sugiro que pesquise pelos especialistas em Metodologia Científica, a começar pela obra mencionada neste artigo, que pode ser bastante esclarecedora. Abraços!

      Excluir