domingo, 6 de novembro de 2016

O Pré-texto, a Lista de Siglas e Termos Técnicos e a NBR 14.724/11 da ABNT

   Bom dia! De acordo com a NBR 14724 da ABN/2011, entre os itens que devem compor o Pré-texto de um trabalho acadêmico-científico, está a Lista de Siglas e Termos Técnicos. Este artigo será publicado em atenção aos questionamentos sobre este assunto, em especial para a querida Alba Franco. A pergunta recebida foi: ...


Olá Regina. Surgiu uma dúvida. Mesmo a sigla EUA sendo universalmente conhecida, quando for citar um livro, texto ou alguém de lá, devo colocar por extenso? Só usaria uma única vez no trabalho, não sei se seria o caso de usar a sigla, já que teria que fazer uma folha só pra ela, na lista de abreviaturas? O que vc sugere? Obrigada. 

   Existem vários aspectos que merecem ser abordados, para falarmos sobre a Lista de Siglas.
   O primeiro aspecto refere-se ao fato de que mencionar Estados Unidos da América (EUA) não é um estrangeirismo. Se fosse utilizado o nome deste país em inglês, deveria ser grafado em itálico dentro do texto, devido ao fato de estar escrito em outro idioma, mas isto também não é estrangeirismo. Conforme explicado no artigo “Como destacar as palavras estrangeiras na Monografia”, publicado em 31 de agosto de 2014, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/08/como-destacar-as-palavras-estrangeiras.html], estrangeirismos são as palavras que costumam ser aceitas e utilizadas por outros países e idiomas, como por exemplo, “pizza, mouse, email, home-care...”, etc.
   O segundo aspecto é que esta lista é um item opcional, isto é, o aluno/pesquisador não está obrigado a incluí-la em seu texto, como estabelece a NBR 14.724/11. Entretanto, é comum que as diferentes universidades/orientadores façam exigências específicas, de acordo com as regras estabelecidas pela apostila de metodologia científica desenvolvida por cada universidade.
   Em outras palavras, as universidades baseiam-se nas normas estabelecidas pela ABNT para elaborarem sua própria apostila de Metodologia Científica, realizando pequenas adaptações, como permite a Lei n.9.394/96, LDB em vigor. Sendo assim, é comum que a Lista de Siglas seja exigida por algumas universidades e outras não, mas até onde eu tenho observado, na grande maioria, são sempre incluídas.
   O terceiro aspecto a mencionar se refere à nomenclatura utilizada para definir esta lista, podendo ser Lista de Siglas, ou Lista de Siglas e Termos Técnicos, são aspectos que deverão ser confirmados com o(a) seu (sua)orientador(a).
   O quarto aspecto importante a destacarmos aqui se refere ao fato de existir apenas uma sigla ao longo de todo o texto. É mais uma questão a ser resolvida com seu (sua) orientador(a), para que ele defina se deverá ser ou não ser incluída uma lista para relacionar apenas um item.
  O quinto aspecto a explicar diz respeito à forma ideal para utilizar uma sigla em um texto científico. Na realidade, é permitido que na 1ª. vez em que a instituição, país ou órgão que está sendo mencionado ao longo do trabalho em desenvolvimento, que seja feito por extenso (colocando-se a sigla entre parênteses), e, nas demais vezes que for mencionada, seja quantas forem, deve-se apenas mencionar a sigla.
  O sexto e último aspecto a responder refere-se ao fato de tratar-se sobre o país que está sendo mencionado, no caso, os Estados Unidos da América (EUA). Apesar de tão famoso, a meu ver, deverá ser mencionado tal qual outro país, instituição ou órgão.
  Espero ter colaborado para que estes assuntos sejam melhor compreendidos.
  Bom domingo! 
Regina Del Buono
abntouvancouver@gmail.com


Um comentário:

  1. Olá Regina, muito obrigada. Agora ficou muito claro, abraços.

    ResponderExcluir