domingo, 11 de junho de 2017

A NBR 10520/2002 – citações diretas e indiretas e o uso do apud – dúvidas e sugestões

Bom dia! A questão das citações diretas e indiretas, e o uso do “apud”, cujas regras constam da NBR 10520/2002 da ABNT suscitam sempre dúvidas, quando chega o momento da escrita de um texto acadêmico-científico. Vários são os artigos publicados aqui, com explicações e exemplos, para colaborar na melhor compreensão dessa exigência tão importante. Hoje voltamos ao assunto, para responder à seguinte questão:
Boa noite Regina Del Buono, parabéns pelo site e pela generosidade em responder às perguntas.
A minha dúvida é a seguinte: o autor Silva Santos faz uma análise de vários autores para construir o ponto de vista deles. Exemplo: SENGE (1990), STRAND et al (1989), GARVIN (1993), FRENCH, BELL e ZAWACKI (1989), ARGYRIS (1970), SCHEIN (1988), BEER, EISENSTAT e SPECTOR (1990) afirmam que a condição básica para se dar início a [...];
Neste caso, devo usar: SENGE (1990), STRAND et al (1989), GARVIN (1993)e os outros(apud SANTOS SILVA, 2014)?
Ou poderia fazer a análise do que ele diz de todos os autores e colocar por exemplo: De acordo a revisão de literatura (ou consenso de diversos autores) de Santos Silva (2014) o pré-requisito para iniciar... Ou seria de alguma outra forma? Desde já agradeço a atenção e boa noite. Abraços. em Como usar o "apud" ou como fazer a citação da citação?


   Murillo, as duas formas sugeridas nos exemplos acima estão corretas. É comum identificarmos em grande parte dos textos científicos que referem cada obra mencionada pelo autor consultado diretamente, como você faz em seu 1°. exemplo. É a regra.
   Porém, acredito que o seu 2°. segundo exemplo, fazer a análise e detalhar as diversas obras mencionadas pela fonte consultada diretamente por você deixaria o texto mais objetivo, exemplo este que poderia ser complementado com uma nota de rodapé. Nela, você poderia referir cada autor e dados completos de sua obra, permitindo ao seu leitor que aprofunde seus conhecimentos, caso queira.
  Em oportunidades anteriores, publiquei aqui a importância e finalidades das notas de rodapé, são eles: “Os Tipos de notas de rodapé e a NBR 6023/2002 da ABNT”, datado de 10 de agosto de 2014, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/08/os-tipos-de-notas-de-rodape-e-nbr.html]; e o outro intitulado: “As Notas de Rodapé e a Metodologia ABNT”, datado de 02 de junho de 2013, cujo link é: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/06/as-notas-de-rodape-e-metodologia-abnt.html].
   A nota de rodapé é um recurso bastante utilizado em textos que seguem o padrão ABNT, que permite ao autor o aprofundamento de maiores explicações, em espaço que ajuda a evitar que as ideias e conceitos que estão sendo desenvolvidos fiquem “poluídos”, isto é, confusos e com informações secundárias.
 Lembre-se que se você mencionar autores fora do parênteses, como faz no 1o. exemplo, somente a letra inicial deve ser grafada em maiúsculas, enquanto que, se mencionados dentro do parênteses, em maiúsculas por inteiro.
  Destaco ainda que primeiro você menciona Silva Santos, e depois, Santos Silva. O correto é você referir (ou dar entrada) neste autor apenas pelo último sobrenome, exceto se o mesmo for grafado, já na obra, com um hífen (ex.: Silva-Santos), neste caso, deverão constar os dois sobrenomes. Lembre-se que, este e todos os outros autores aos quais você teve acesso diretamente, devem ser mencionados ao longo do texto, da mesma forma como foram inseridos na lista das Referências. Já os autores/obras referidos em notas de rodapé, aos quais não se teve acesso diretamente, não devem constar dessa lista.
 São preocupações que envolvem as regras a seguir, o estilo de redação do aluno/pesquisador, e ainda, as preferências e observações de seu (sua) orientador(a), vale a pena confirmar com ele (a), sempre.
  Espero ter colaborado com estas explicações, mas caso queira(m), peço que escreva(m) diretamente para o meu email.
   Bons estudos.
Regina Del Buono
abntouvancouver@gmail.com

REFERÊNCIAS 
DEL-BUONO, Regina C. “Os Tipos de notas de rodapé e a NBR 6023/2002 da ABNT”. Artigo publicado em 10 ago 2014. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2014/08/os-tipos-de-notas-de-rodape-e-nbr.html];
DEL-BUONO, Regina C. “As Notas de Rodapé e a Metodologia ABNT”. Artigo publicado em 02 jun 2013. Disponível em: [http://www.abntouvancouver.com.br/2013/06/as-notas-de-rodape-e-metodologia-abnt.html].

0 comentários:

Postar um comentário